Motivação e Ginastica Artistica no Contexto Extracurricular

Por: Mariana H. C. Tsukamoto, , e Priscila Lopes.

Conexões - v.8 - n.3 - 2010

Send to Kindle


Resumo

As atividades extracurriculares nas escolas de ensino formal vêm crescendo progressivamente, principalmente, devido aos interesses econômicos e familiares, que desejam que as crianças e os jovens permaneçam, o maior tempo possível, inserida num ambiente que favoreça o cultivo de valores educativos, morais e de cidadania. O Colégio Salesiano Dom Bosco de Americana/SP oferece, desde 2003, diversas atividades, sendo nosso foco de interesse a ginástica artística (GA), pois o número de adeptos foi crescente nos últimos anos, o que instigou nossa curiosidade pelos motivos que levariam as crianças a optarem por esta. Para tanto, realizamos uma entrevista semi-estruturada com 54 alunos participantes dessas aulas sobre os motivos que os levaram a optar pela atividade em questão. Para analise dos dados foi utilizado a técnica da Análise de Conteúdo, proposta por Bardin. Como resultados, encontramos dois grandes grupos de motivos: os extrínsecos (aspectos sociais; mídia; família, ambiente físico; saúde; professor e treinamento de alto nível) e os intrínsecos (competência esportiva; prazer pela pratica; auto-superação; aspectos lúdicos). Quando atividades extracurriculares são propostas, ou seja, atividades opcionais em que o indivíduo se envolve por interesse próprio e diferentes motivos, é importante que o professor compreenda as razões do envolvimento para que possa intervir de forma pontual e efetiva. Assim, aumentam-se as chances de que os métodos e as atividades se aproximem aos interesses, necessidades e expectativas de cada um dos envolvidos.

Endereço: http://fefnet178.fef.unicamp.br/ojs/index.php/fef/article/view/450

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.