Motivação, Objetivos de Realização e Crenças Quanto às Causas de Sucesso Para a Prática do Basquetebol. Perspetiva dos Atletas Vs Perspetiva dos Treinadores

Por: António Fonseca, Fernando Tavares e Miguel Resende.

XIV Congresso de Educação Física e Ciências do Desporto dos Países de Língua Portuguesa

Send to Kindle


Resumo

Objetivos:
No presente estudo, propomo-nos 1) identificar os motivos e objetivos de realização que levam os jovens à prática do Basquetebol; 2) identificar as crenças dos Atletas quanto às causas de sucesso; 3) avaliar a percepção dos Treinadores, acerca dos motivos, objetivos de realização e crenças quanto às causas de sucesso dos seus atletas para a prática de Basquetebol.

Métodos e resultados:
A amostra foi constituída por 120 jovens do sexo masculino, praticantes federados na modalidade de Basquetebol, com idades compreendidas entre os 13 e os 16 anos e dos respectivos treinadores, um por cada equipa, num total de 10 treinadores. Os clubes envolvidos pertencem à Associação de Basquetebol de Aveiro. Os Instrumentos utilizados foram: 1) O questionário de Motivação para as Actividades Desportivas (QMAD), versão traduzida e adaptada por Serpa e Frias (1990) para a realidade nacional do Participation Motivation Questionnaire (PMQ), desenvolvido por Gill, Gross e Huddleston (1983); 2) O questionário de Orientação para a Tarefa e para o Ego no Desporto (TEOESQp), que é uma versão traduzida e adaptada (Fonseca, 1999ª, Fonseca & Biddle, 1995c, 1996) para a realidade nacional do Task and Ego Orientation in Sport Questionnaire (TEOESQ) elaborado por Duda e Nichols (1989); 3) O Questionário de causas de Sucesso no Desporto (CSSp), que é uma versão traduzida e adaptada (Fonseca & Biddle, 1995ª) para a realidade nacional do Causes of Success in Sport Scale (CSS) elaborado por Treasure e Roberts (1994). Quanto aos resultados, verificamos que para os Atletas a decisão de praticarem Basquetebol se alicerça fundamentalmente em motivos relacionados com a tentativa de melhorar ou de demonstrar a sua Competência Técnica para a prática da modalidade. Os Atletas revelaram associar uma elevada importância aos objectivos relacionados com a Tarefa e consideram que a causa mais determinante para a obtenção de sucesso no Basquetebol se relaciona fundamentalmente com a Motivação. Já os Treinadores consideram que a Afiliação Geral é o motivo que mais condiciona os seus Atletas para a prática da modalidade, associam uma elevada importância aos objetivos relacionados com a Tarefa e consideram que a causa mais determinante para a obtenção de sucesso no Basquetebol se relaciona fundamentalmente com a Motivação. Quando confrontámos os valores atribuídos por Treinadores e Atletas para os diversos motivos constatámos a existência de diferenças estatisticamente significativas (p<.05) em três casos, relativos às seguintes dimensões: Competência Técnica, ao Prazer e ao Estatuto.

Conclusão:
Analisando as convergências e divergências das perspetivas dos Atletas e dos seus Treinadores, podemos inferir que embora os Treinadores apresentassem uma noção das orientações motivacionais dos seus Atletas, parecem estar aquém de possuírem um conhecimento efetivo dos sentimentos e perspetivas dos Atletas no que concerne a essas mesmas orientações. Ou seja, parece que os Treinadores dos jovens avaliados estão um pouco alheados do âmago motivacional que impele os seus Atletas a dedicarem-se ao Basquetebol.

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.