Motivação à Prática de Atividades Físicas e Esportivas na Educação Física Escolar : Um Estudo com Adolescentes do Ensino Médio de Escolas Públicas Estaduais da Cidade de Porto Alegre-rs.

Por: Lisiane Borges Rocha Sampedro.

2012 00/00/0000

Send to Kindle


Resumo

O presente estudo trata das dimensões motivacionais na Educação Física Escolar. O objetivo geral deste estudo é identificar entre seis dimensões motivacionais (Controle de Estresse, Saúde, Sociabilidade, Competitividade, Estética e Prazer) associadas à prática regular de atividades físicas e esportivas, aquelas que melhor descrevem os escolares do ensino médio, de escolas públicas estaduais, de ambos os sexos que participam regularmente da Educação Física Escolar. Mais especificamente, o estudo procurou testar se existem diferenças estatisticamente significativas entre as médias das dimensões motivacionais avaliadas pelo IMPRAFE-132, segundo as variáveis: Sexo; Anos do Ensino Médio (1o 2o, e 3o anos); Tipo de Participação e Frequência Semanal (1, 2 ou 3 aulas por semana). Através desses resultados pretende-se apresentar sugestões de conteúdos atitudinais para as aulas de educação física escolar. Para tanto, foi aplicado o Inventário de Motivação à Prática Regular de Atividades Físicas e Esportivas (IMPRAFE-132) (BALBINOTTI, 2010). As respostas aos itens do IMPRAFE-132 são respondidas em uma escala de Tipo Likert, graduados em sete pontos, indo de “Este item não representa um motivo que me levaria a realizar uma atividade física regular ou esporte” (1) a “É por esse motivo que eu pratico atividade física ou esporte” (7). O IMPRAFE-132 foi aplicado em 807 escolares do ensino médio de escolas públicas estaduais da cidade de Porto Alegre-Rs que participam da Educação Física Escolar. Constatou-se que as dimensões que mais motivam os escolares do ensino médio são as dimensões Prazer e Saúde estatisticamente indissociável (p > 0,05), seguidas, respectivamente pela Sociabilidade e Estética (2o), Estética e Controle de Estresse (3o) e por último, Controle de Estresse e Competitividade (4o). Com relação às variáveis controladas, ao compararmos as diferenças entre o sexo masculino e feminino foram constatados que todas as dimensões motivam significativamente mais os escolares do sexo masculino. Outro resultado dessa pesquisa aponta que as dimensões Competitividade e Estética motivam significativamente mais os escolares do 1o ano do ensino médio à prática regular de atividades físicas e esportivas na educação física escolar. As demais dimensões motivam da mesma forma tanto o 1o quanto o 2o e o 3o anos. Quanto ao Tipo de Participação, todas as dimensões motivam significativamente mais os escolares que participam da educação física escolar de maneira volitiva do que aqueles que participam de maneira obrigatória. Na análise de comparação entre as frequências semanais, constatou-se que todas as dimensões motivam da mesma forma tanto os escolares que participam das aulas de educação física 1 vez por semana quanto aqueles que participam, 2 ou 3 vezes semanais. Portanto, os resultados dessa pesquisa sugerem que a participação dos escolares do ensino médio nas aulas de educação física se origina nas dimensões motivacionais Prazer e Saúde.

Endereço: http://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/61130

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.