Motivação à Prática Regular de Atividades Físicas? Um Estudo com Atletas de Basquetebol Infanto-juvenis (13 a 16 Anos).

Por: Ricardo Pedrozo Saldanha.

2008 00/00/0000

Send to Kindle


Resumo

O tema do presente estudo é a motivação à prática regular de atividades físicas de atletas de Basquetebol de 13 a 16 anos. Trata-se de uma investigação com uma abordagem focada na perspectiva da Pedagogia do Treinamento Desportivo. Parte-se do pressuposto de que é importante para o treinador/professor conhecer os principais fatores que motivam os atletas para que o plano de atividades seja conduzido da melhor forma possível. O objetivo central da pesquisa foi explorar os níveis de seis dimensões motivacionais associadas à prática regular de atividades físicas (Controle de estresse, Saúde, Sociabilidade, Competitividade, Estética e Prazer), que melhor descrevem os atletas de Basquetebol da faixa etária de 13 a 16 anos. Todos participam de Competições Institucionalizadas (Campeonatos Escolares, Campeonatos Inter-Clubes, JERGS, dentre outros). Mais especificamente, o estudo procurou descrever os níveis destas seis dimensões motivacionais das seguintes variáveis: Sexo; Categorias (“até 14 anos” e “até 16 anos”); Tempo de participação em competições (“1º ano” e “mais de 1 ano”). Foi verificado, também, se houve diferenças estatisticamente significativas entre as dimensões motivacionais e as variáveis controladas. Para tanto, foi aplicado o Inventário de Motivação à Prática Regular de Atividades Físicas (IMPRAF-54; BALBINOTTI e BARBOSA, 2006). As respostas aos itens do IMPRAF-54 são dadas conforme uma escala de tipo Likert, bidirecional graduada em 5 pontos, partindo de “isto me motiva pouquíssimo” (1) a “isto me motiva muitíssimo” (5). O IMPRAF-54 foi aplicado em 441 atletas de Basquetebol infanto-juvenis de 13 e 16 anos, vinculados as Instituições esportivas dos estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Constatou-se que a dimensão que mais motiva os atletas de Basquetebol infantojuvenis é o Prazer (1º); seguida, respectivamente, pelas dimensões Competitividade e a Saúde (estatisticamente indissociáveis) (2º); Sociabilidade (3º), Estética (4º); e, por último, Controle de Estresse (5º). Com relação às variáveis controladas, percebe-se que a dimensão Sociabilidade é a que mais motiva os atletas de basquetebol que estão no seu “1º ano” de competição, quando comparados àqueles que estão a “mais de 1 ano” competindo. Outro resultado dessa pesquisa aponta que os atletas de Basquetebol da categoria “até 14 anos” são mais motivados pela Competitividade do que os atletas da categoria (“até 16 anos”). Ao compararmos as diferenças entre o sexo “masculino e feminino”, as dimensões Competitividade e Estética se destacam como aquelas que mais motivam os atletas do sexo masculino. Portanto, os resultados indicam que os atletas de Basquetebol infanto-juvenis de 13 a 16 anos praticam o esporte por motivos intrínsecos. Recomenda-se que outros estudos sejam realizados para que se possa aprofundar ainda mais os conhecimentos sobre esta temática.

Endereço: http://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/13867

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.