Motivos de Abandono da Prática Por Praticantes de Jiu-jitsu Brasileiro: Ponto de Vista de Instrutores da Modalidade

Por: L. Vicentini e R. F. R. Marques.

IX Congresso Internacional de Educação Física e Motricidade Humana XV Simpósio Paulista de Educação Física

Send to Kindle


Resumo

A busca por compreensão sobre os motivos pelos quais praticantes abandonam atividades esportivas é objeto de diversas pesquisas (Hallal, 2004; Carmo et al. 2009; Fraser-Thomas; Côté; Deakin, 2008; Bara Filho; Garcia, 2008). O Jiujitsu brasileiro (JJB) é uma das modalidades esportivas individuais que mais crescem no Brasil (Guimarães, 2006) e estudos sobre os processos de adesão, engajamento e retirada de praticantes se fazem pertinentes. Instrutores da modalidade têm acesso privilegiado a informações sobre este tema, por manterem contato direto com praticantes. A pergunta central deste trabalho foi: quais são as razões para o abandono do JJB por parte dos praticantes? O objetivo geral foi investigar o relato de instrutores sobre barreiras para a prática e motivos de abandono ligados ao JJB. Esta pesquisa qualitativa baseou-se em entrevistas semiestruturadas com seis instrutores de JJB atuantes na região de Ribeirão Preto/SP, homens, adultos, brasileiros, faixas marrom ou preta, que também atua como atletas, sendo medalhistas em competições internacionais, tomando como premissa que esses sujeitos vivenciam a prática do JJB tanto na forma do alto rendimento, quanto como instrutores, apresentando um envolvimento com o JJB que lhes ofereça legitimidade sobre o tema investigado. O método de análise de discursos empregado foi o Discurso do Sujeito Coletivo (Lefèvre; Lefèvre, 2005). Tem-se como resultados: a) a forte relação da cor da faixa com um rendimento esperado e relação de orgulho ferido quando derrotado por alunos menos graduados; b) a estagnação na evolução técnica ou de resultados; c) graduar-se em determinada faixa objetivada e perda da motivação; d) quanto mais próximo da conquista da faixa preta ocorre menos desistências; e) conquistar a faixa preta pode simbolizar o fim da motivação para a prática; f) falta de retorno financeiro para os que almejam o alto rendimento; g) fatores logísticos como mudanças de horários, estudos e trabalho; h) não houve nenhum relato referente ao abandono por estresse competitivo, pressões por parte de familiares, técnicos ou dirigentes, diferenciando de alguns estudos sobre o tema; i) a maioria dos entrevistados já se afastou do JJB por um curto período devido a lesões decorrentes da prática, porém relatam que são raros abandonos por lesão. Tais resultados devem ser contextualizados em um ambiente de atividade amadora por parte majoritária de praticantes adultos. Conclui-se que valores simbólicos ligados à faixa e dificuldades financeiras parecem envolver as principais razões de abandono segundo os instrutores entrevistados.

Endereço: http://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/motriz/article/view/10060/10060

Comentários


:-)





© 1996-2016 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.