Motricidade Humana e Tecnologia Educacional: Aplicação de Procedimentos de Dança em Crianças Portadoras da Síndrome de Down

Por: Leandro Osni Zaniolo.

146 páginas. 1996

Send to Kindle


Resumo

O ensino e o aprendizado de dança são estruturados com base nos métodos e técnicas que têm sido desenvolvidos praticamente no mundo todo. Dentro deste universo coexistem diversas tendências e estilos que podem, através da análise de seus objetivos, serem identificados com dois principais enfoques: um direcionado a utilizar e aprimorar as metodologias para desenvolvimento de técnicas e recursos para produções em todas as possíveis formas que constituem a dança como uma linguagem de arte. O outro enfoque reune em seu contexto também a utilização e o desenvolvimento de métodos, técnicas e produção de dança. Entretanto, ao englobar os mesmos recursos e procedimentos disponíveis na dança, apresenta como propósito a valorização do processo de formação do indivíduo enquanto um fator de desenvolvimento humano em vários níveis. Este processo, todavia, não é direcionado necessariamente para a obtenção da expressão artística como seu produto final. Muitos profissionais têm demonstrado ultimamente interesse pelas diversas modalidades de trabalhos que envolvem aspectos da corporeidade dos indivíduos, especialmente no que diz respeito à sua prática, embora a realização e a divulgação de estudos sistematizados sejam bastante limitados. Assim, dispor de informações sobre algum trabalho realizado numa área de intersecção entre ensino de dança e educação em estudos que mostrem os efeitos de aplicação de procedimentos de dança sobre aspectos do desenvolvimento do indivíduo, resvala em grandes dificuldades. Ao acrescentar a esta realidade a questão da educação especial, os obstáculos para obtenção de subsídios chegam a ser críticos. A partir dessas considerações, o presente estudo teve por objetivo avaliar a aplicação de procedimentos de dança em crianças portadoras da Síndrome de Down. Para tanto, foi estabelecida a programação de ensino de comportamentos envolvidos neste processo. Para cada um dos comportamentos foi realizada uma análise onde foram explicitados a classe de estímulos antecedentes, a classe de respostas e a classe de estímulos conseqüentes, assim como as estratégias de ensino, as condições oferecidas pelo professor, as respostas observáveis do aluno e os resultados programados. Os resultados indicam que, quando planejado adequadamente, o aprendizado de dança acontece de maneira gradual e crescente. Indica também que o caráter lúdico e natural, implícito no programa de ensino de dança, como recurso para aquisição de novas habilidades pela criança, pode favorecer a abertura de novos campos de atuação para os profissionais que lidam com crianças, sejam elas deficientes ou não.

Endereço: http://www.nuteses.temp.ufu.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=2&id=2046&listaDetalhes%5B%5D=2046&processar=Processar

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.