Mpact Of Muscle Fatigue On Mechanics And Motor Control Of Walking

Por: Fábio Augusto Barbieri.

2012 28/11/2012

Send to Kindle


Resumo

O objetivo do estudo é analisar os efeitos da fadiga muscular na mecânica e controle motor do andar em diferentes ambientes. Uma série de estudos envolvendo fadiga e andar analisaram o impacto da fadiga no andar em diferentes ambientes, as mudanças no controle do andar relacionado com a fadiga muscular, e os efeitos da fadiga em diferentes grupos musculares na mecânica e controle do andar durante descida de degrau. A presente tese mostrou que a fadiga no quadríceps modifica substancialmente o padrão do andar independentemente do ambiente. No andar em ambiente regular, durante a ultrapassagem de obstáculo e durante a descida de obstáculo, a fadiga do quadríceps aumentou a base de suporte e reduziu a duração da passada, mas não modificou o posicionamento dos pés em relação ao obstáculo e ao degrau, melhorando o equilíbrio para evitar quedas. Ainda, a mecânica e o controle durante a última passada antes de descer o degrau e a aterrissagemforam dependenteda fadiga nos músculos do tornozelo ou joelho. Foi encontrado que a articulação usada para absorver a energia cinética na descida do degrau após fadiga dos músculos do tornozelo foi dependente da estratégia de descida usada, contato com o calcanhar ou com o metatarso. No entanto, a variabilidade da distancia horizontal pé-obstáculo da perna de abordagem e de suporte foi maior após ambos os protocolos de fadiga, indicando redução no controle do posicionamento do pé.

Endereço: http://www.athena.biblioteca.unesp.br/F/NY1SEYC1JRVBMB9GUFD5M257AYR4MAR6UF34PL9MSGSEFHKNVB-07963?func=full-set-set&set_number=009349&set_entry=000028&format=999

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.