Mudanças Cardiorrespiratórias, Metabólicas e Antropométricas de Mulheres Sedentárias em Diferentes Faixas Etárias

Por: Crisieli Tomeleri, Ivan Bonfan, Joice Trombeta, Keryma Matheus e Renata Duft.

Corpoconsciência - v.23 - n.3 - 2019

Send to Kindle


Resumo

Introdução: O envelhecimento é um processo multifatorial que leva o organismo a alterações deletérias, de modo que prejuízos na resposta cardiorrespiratória, metabólica e na composição corporal vêm sendo investigadas nos últimos anos. Objetivo: Verificar as mudanças cardiorrespiratórias, metabólicas e antropométricas de mulheres sedentárias, eutróficas em diferentes faixas etárias. Metodologia: As 62 voluntárias foram distribuídas em 5 grupos: grupo 1 (G1): 20 a 29 anos; grupos 2 (G2): 30 a 39 anos; grupo 3 (G3): 40 a 49 nos; grupo 4 (G4): 50 a 59 anos e grupo 5 (G5): ≥ a 60 anos). As voluntárias passaram por avaliação da composição corporal por plestimografia de corpo inteiro (BOD POD®), coleta de amostras de sangue após jejum de 12 horas para as análises hormonal (estradiol e progesterona) e metabólica (espectroscopia de ressonância magnética nuclear - 600 MHz), e avaliação cardiorrespiratória (CPX Ultima, Medical Graphics®). Resultados: Foi possível notar uma diminuição no consumo de oxigênio com o passar dos anos (G1:27,4±2,8; G2: 27,0±3,9; G3:21,8±3,8; G4:24,4±4,5; G5:19,8±3,0), uma menor concentração de estradiol a partir dos 50 anos (G1:22,5±23,8; G2: 56,0±44,6; G3:67,7±56,8; G4:17,0±22,5; G5:10,8±2,4). Observou-se a segregação entre os 5 grupos analisados, entretanto os grupos 1 e 2, e 3 e 4 ficaram sobrepostos. Foram considerados 10 metabólitos responsáveis pela segregação: Betaína, Butirato, Carnitina, Formato, Glutamina, Leucina, Malonato, Fenilalanina, Succinato, Tirosina. Conclusão: Podemos observar que houve diferença metabólica entre as faixas etárias analisadas, sendo que os metabólitos apresentaram maior concentração a partir de 50 anos, assim como a concentração de estradiol sofre uma diminuição nesse período. Porém, o prejuízo no consumo de oxigênio foi identificado em faixas etárias anteriores. Deste modo, observase que as alterações metabólicas e funcionais estão mais pronunciadas em mulheres acima de 50 anos. Porém ressaltamos a importância de medidas de prevenção como a manutenção de hábitos alimentares saudáveis e prática regular de exercício físico anteriormente a essa faixa etária.

Endereço: http://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/corpoconsciencia/issue/viewIssue/561/73

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.