Nas Ondas da Ciência Perfil da Produção do Conhecimento Sobre o Surf em Periódicos Brasileiros

Por: Amilton Souza Neto, , e .

Licere - v.20 - n.4 - 2017

Send to Kindle


Resumo

A presente pesquisa visa mapear a produção do conhecimento sobre surf disponível em forma de artigos publicados em revistas científicas brasileiras entre o período de 2000 a 2015. Ao todo, foram catalogados 27 artigos, publicados em 17 diferentes periódicos. Apesar de existir uma predominância dos estudos baseados em aportes teóricos das Ciências Naturais (55,55%) constatou-se que o eixo temático Aspectos Sociais, Históricos e Culturais do Esporte e do Lazer (40,74%) foi o que apresentou o maior número de artigos. No que se refere aos autores, pode-se constatar um modo de produção baseado numa rede de colaboração entre pesquisadores, especialmente entre aqueles vinculados a algum Programa de Pós-Graduação. Concluiu-se que as pesquisas sobre o surf apresentam uma grande heterogeneidade epistemológica, visto que atrai o interesse de investigadores de diferentes áreas do conhecimento. 

Downloads

Referências

ALCANTARA, C. P. A.; PRADO, J. M.; DUARTE, M. Análise do controle do equilíbrio em surfistas durante a postura ereta. Revista Brasileira de Medicina do Esporte, São Paulo, v.18, n. 5, p.318-321, 2012.

ALCÂNTARA, F. R.; MATIAS, F. R. E.; ARAÚJO, R. D. Surfing Trips: Segmentação do Turismo e Aspectos Motivacionais do Surfista. RITUR-Revista Iberoamericana de Turismo, Maceió, v.2, n. 1, P.93-107, 2012.

AMARAL, A. V.; DIAS, C. A. Da praia para o mar: motivos à adesão e à prática do surfe. Licere, Belo Horizonte, v.11, n.3, p.1-22, 2008.

BANDEIRA, M. M.; RUBIO, K. “Do outside”: corpo e natureza, medo e gênero no surfe universitário paulistano. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte, São Paulo, v.25, n.1, p.97-110, 2011.

BASE, L. H. et al. Lesões em surfistas profissionais. Revista Brasileira de Medicina do Esporte, São Paulo, v. 13, n. 4, p.251-253, 2007.

BRASIL, V; RAMOS,V; TERME, A. O Surf como esporte moderno: uma proposta de taxonomia. EFDeporte, Buenos Aires, v. 15, nº 145, p. 1-14, 2010.

BALANCIERI, R. et al. A análise de redes de colaboração científica sob as novas tecnologias de informações e comunicação: um estudo na Plataforma Lattes. Ciência da Informação, Brasília, v.34,n.1, p.64-77, 2005.

CANOZZI, F. B. et al. Nova proposta de teste incremental de remada na avaliação aeróbia de surfistas. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte, São Paulo, v.29, n. 3, p.361-369, 2015.

CRUZ, A. C. C. Fernanda Guerra e a institucionalização do surfe carioca na década de 1960. Podium Sport, Leisure and Tourism Review, São Paulo, v.2, n. 1, p.117-136, 2013.

DANUCALOV, M. Á.; ORNELLAS, F. H.; NAVARRO, F. Força muscular isocinética, perfil de surfistas brasileiros. Revista Brasileira de Ciência e Movimento, Brasília, v.17, n. 4, p. 78-82, 2009.

DIAS, C. A. O surfe e a moderna tradição brasileira. Movimento, Porto Alegre, v.15, n. 4, p.257-286, 2009.

DIAS, C. A. Novos sonhos de verão sem fim: surfe, mulheres e outros modos de representação. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, Florianópolis, v. 32, n. 2-4, p.75-88, 2010.

______.; FORTES, R.; MELO, V. A. Sobre as ondas: surfe, juventude e cultura no Rio de Janeiro dos anos 1960. Revista Estudos Históricos, Rio de Janeiro, v.25, n. 49, p.112-128, 2012.

FORTES, R. Notas sobre surfe, mídia e história. Recorde: Revista de História do Esporte, Rio de Janeiro, v.1, n. 2, p.1-15, 2008.

______. Surfe feminino, indústria do surfwear e promoção da África do Sul: uma análise de A onda dos sonhos 2. Licere, Belo Horizonte, v.17, n. 2, p.283-311, 2014.

______.; MELO, V. A. Novos formatos, antigos discursos: representações do surf no cinema brasileiro (1991-2006). Intercom-Revista Brasileira de Ciências da Comunicação, São Paulo, v. 36, n. 1, p. 187-208, 2013.

GARCIA, C. C. et al. Autoria em artigos científicos: os novos desafios. Revista Brasileira de Cirurgia Cardiovascular, São José do Rio Preto, v. 25, n. 4, p. 559-567, 2010.

GULIN, N.; ANDRÉ, H. A Representação do Surf Brasileiro na Mídia Antes e Depois da Conquista do Campeonato Mundial 2014 pelo Surfista Gabriel Medina. In: XXXVIII Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação, 2015, Rio de Janeiro. Anais... Rio de Janeiro, 2015. p. 1-15.

JUVÊNCIO, J. F.; DUARTE, M. F. S. O trabalho informal de fabricantes de pranchas de surfe: uma análise das condições de saúde e trabalho. Revista Brasileira de Cineantropometria e Desempenho Humano, Florianópolis, v.8, n.3, p.79-84, 2006.

LAZZAROTTI FILHO, A. et al. Modus operandi da produção científica da EF: uma análise das revistas e suas veiculações. Revista da Educação Física/UEM, Maringá, v. 23, p. 1-14, 2012.

MANOEL, E. J.; CARVALHO, Y. M. Pós-graduação na educação física brasileira: a atração (fatal) para a biodinâmica. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 37, n. 2, p. 389-406, 2011.

MELO, V. A.; FORTES, R. O surfe no cinema e a sociedade brasileira na transição dos anos 70/80. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte, São Paulo, v.23, n.3, p.283-296, 2009.

MORAES, G. C.; GUIMARÃES, A. T. B.; GOMES, A. R. S. Análise da prevalência de lesões em surfistas do litoral paranaense. Acta Ortopédica Brasileira, São Paulo, v.21, n.4, p. 213-218, 2013.

NAKAMURA, F. Y. A produção do conhecimento acerca do treinamento esportivo no Brasil: análise a partir dos eventos do CBCE e do GPMCE. In: Rechia, S. et. al. (Org.). Dilemas e Desafios da Pós-Graduação em Educação Física. Ijuí: Ed. UNIJUÌ, 2015, p. 393-407.

NAVARRO, F.; DANUCALOV, M. A.; ORNELLAS, F. H. Consumo máximo de oxigênio em surfistas brasileiros profissionais. Revista Brasileira de Ciência e Movimento, Brasília, v.18, n. 1, p.56-60, 2010.

NOVACK, L. F.; OSIECKI, R. Surfe: uma revisão sistemática. Revista Brasileira de Prescrição e Fisiologia do Exercício, São Paulo, v.8, n. 50, p.835-841, 2014.

PALMA, A. A Saúde sob o olhar dos estudos socioculturais: dificuldades, possibilidades e desafios. In: Rechia, S. et. al. (Org.). Dilemas e Desafios da Pós-Graduação em Educação Física. Ijuí: Ed. UNIJUÌ, 2015, p. 204-217.

PEIRÃO, R.; SANTOS, S. G. Critérios de julgamento em campeonatos internacionais de surfe profissional. Revista Brasileira de Cineantropometria e Desempenho Humano, Florianópolis, v.14, n.4, p.439-449, 2012.

RAMOS, V.; BRASIL, V. Z.; GODA, C. A aprendizagem profissional na percepção de treinadores de jovens surfistas. Revista da Educação Física/UEM, Maringá, v. 23, n.3, p.431-442, 2012.

RAMOS, V.; BRASIL, V. Z.; GODA, C. O conhecimento pedagógico para o ensino do surf. Revista da Educação Física/UEM, Maringá, v. 24, n.3, p.381-392, 2013.

RIGO, L. C.; RIBEIRO, G. M.; HALLAL, P. C. Unidade na diversidade: desafios para a Educação Física no século XXI. Revista Brasileira de Atividade Física & Saúde, Pelotas, v. 16, n. 4, p. 339-345, 2011.

RODACKI, A. L. F. Qualis: implicações para a avaliação de programas de pós-graduação das diferentes áreas do conhecimento-uma análise preliminar. Revista Brasileira de Pós-Graduação, Brasília, v.13, n. 30, p.65-76, 2016.

ROMARIZ, J. K.; GUIMARÃES, A. C. A.; MARINHO, A. Qualidade de vida relacionada à prática de atividade física de surfistas. Motriz, Rio Claro, v. 17, n. 3, p.477-485, 2011.

ROSA, S., LETA, J. Tendências atuais da pesquisa brasileira em educação física. Parte 1: uma análise a partir de periódicos nacionais. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte, São Paulo, v.24, n.1, p.121-34, 2010.

______.; ______. Tendências atuais da pesquisa brasileira em Educação Física. Parte 2: a heterogeneidade epistemológica nos programas de pós-graduação. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte, São Paulo, v. 25, n. 1, p. 7-18, 2011.

SILVA, J. V. P.; GONÇALVES-SILVA, L. L.; MOREIRA, W. W. Produtivismo na pós-graduação. Nada é tão ruim, que não possa piorar. É chegada a vez dos orientandos! Movimento, Porto Alegre, v. 20, n. 4, p. 1423 – 1445, out./dez. 2014.

SOMENSI, A. R. Hidratação no surfe. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva, São Paulo, v.3, n. 13, p. 27-33, 2009.

SOUZA, D. L; MORAES E SILVA, M; MOREIRA, T. S. O perfil da produção científica online em português relacionada às modalidades olímpicas e paralímpicas. Movimento, Porto Alegre, v. 22, n. 4, p. 1105-1120, 2016.

SOUZA, P. C.; ROCHA, M. A.; NASCIMENTO, J. V. Correlação da técnica bottom turn com as notas atribuídas no surf de alto rendimento. Revista Brasileira de Cineantropometria e Desempenho Humano, Florianópolis, v.14, n. 5, p.554-561, 2012.

STEINMAN, J., E. H. et al. Epidemiologia dos acidentes no surfe no Brasil. Revista Brasileira de Medicina do Esporte, São Paulo, v. 6, n. 1, p.9-15, 2000.

TANI, G. Editoração de periódicos em Educação Física/Ciências do Esporte: dificuldades e desafios. Revista Brasileira de Ciência do Esporte, v. 36, n 4, p. 715-722, 2014.

VAGHETTI, C. A. O.; ROESLER, H.; ANDRADE, A. Tempo de reação simples auditivo e visual em surfistas com diferentes níveis de habilidade: comparação entre atletas profissionais, amadores e praticantes. Revista Brasileira de Medicina do Esporte, São Paulo, v. 13, n. 2, p.81-85, 2007.

VASCONCELLOS, A. Nova Era da Transformação: "Somos 35 milhões de surfistas no mundo". 2013. Disponível em: <https://almasurf.com.br/news.php?id=3481>. Acesso em: 27 ago. 2016.

WORLD SURF LEAGUE. Ranking. 2016. Disponível em: <https://www.worldsurfleague.com/athletes/tour/mct?year=2016>. Acesso em: 27 ago. 2016.

PDF

Publicado
2017-12-18
Como Citar
Gomes, L. do C., Souza Neto, A., Rojo, J. R., & Silva, M. M. e. (2017). Nas Ondas da Ciência. LICERE - Revista Do Programa De Pós-graduação Interdisciplinar Em Estudos Do Lazer, 20(4), 285-311. https://doi.org/10.35699/1981-3171.2017.1734
Edição
v. 20 n. 4 (2017): dezembro
 

Endereço: https://periodicos.ufmg.br/index.php/licere/article/view/1734

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.