Níveis de Ativação e Capacidade de Concentração de Nadadores Adultos com Diferentes Cronotipos

Por: Dcheimy Janayna Baessa.

80 páginas. 2011 28/03/2011

Send to Kindle


Resumo

O objetivo do presente estudo foi comparar os níveis de ativação e a capacidade de concentração de nadadores adultos com diferentes cronotipos, considerando horários da prática, gênero e idade dos praticantes. Participaram do estudo 46 indivíduos de ambos os gêneros, entre 21 e 59 anos, que praticam natação, no período matutino e noturno. O cronotipo foi avaliado pelo Questionário de Cronotipo proposto por Horne e Ostberg (1976). Para a capacidade de controlar a concentração, os participantes preencheram a Escala de avaliação do controle da concentração (Orlick, 2009). Os níveis de ativação dos indivíduos foram avaliados pela Escala de Ativação (Ravizza, 1991). Os resultados confirmam que os nadadores que apresentam maior ativação apresentam maior capacidade de controlar a concentração. Não foram encontradas diferenças entre o cronotipo de nadadores que nadam de manhã e à noite. Não houve diferença nos níveis de ativação e na capacidade de controlar a concentração de nadadores com diferentes cronotipos. Embora se tenha constatado que nadadores com maior ativação apresentam maior concentração, estas capacidades não demonstraram ser influenciadas pelo cronotipo dos participantes, horário de prática, idade e gênero. Acredita-se que o perfil do grupo estudado pode ter contribuído par a os resultados encontrados, uma vez que não se encontrou características extremas quanto ao cronotipo dos nadadores estudados, devido, possivelmente, ao jetlag social (atividades sociais) dos praticantes.

Endereço: http://hdl.handle.net/1884/28846

Ver Arquivo (PDF)

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.