Níveis de Atividade Física e Qualidade de Vida de Dependentes Químicos de Drogas Psicotrópicas em Tratamento

Por: Anderson Fernandes Batista, André Accioly Nogueira Machado e Vitor Viana da Costa.

Kinesis - v.36 - n.2 - 2018

Send to Kindle


Resumo

Esta pesquisa objetivou traçar o perfil sociodemográfico e socioeconômico, o nível de atividade física e qualidade de vida de dependentes químicos em tratamento, através da aplicação de um questionário sobre dados socioeconômicos, IPAQ e o World Health Organization Qualityof Life Instrument – Bref. Percebeu-se que 60% foram considerados indivíduos Ativos, que 50% avaliaram sua qualidade de vida como Boa e 50% avaliaram como não sendo Nem boa nem ruim.Concluímos que os indivíduos podem ser considerados como ativos, percebem sua qualidade de vida de maneira positiva e apresentam uma maior contribuição dos domínios social e psicológico.

Endereço: https://periodicos.ufsm.br/kinesis/article/view/29689

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.