Níveis de Igf-1 e Força Muscular em Idosas com Disfunções Musculoesqueléticas Tratadas com Cinesioterapia

Por: Danielli Braga de Mello, , Lidianne Aires Santos, Rodrigo Gomes de Souza Vale e Tania Santos Giani.

Revista da Educação Física - UEM - v.22 - n.1 - 2011

Send to Kindle


Resumo

O estudo teve como objetivo avaliar os níveis de IGF-1 e força muscular em mulheres idosas com disfunções musculoesqueléticas submetidas à cinesioterapia. Consiste em uma pesquisa do tipo quase experimental. A amostra constituiu-se de 70 idosas sedentárias, com idade média de 68,52 ± 4,62 anos e IMC = 27,96 ± 4,01, subdivididas aleatoriamente em dois grupos iguais: grupo de intervenção (GE), submetido a 12 semanas de cinesioterapia, e o grupo controle (GC). Foram avaliados os níveis séricos de IGF-1 através do método de quimioluminescência e de força muscular através do teste de uma repetição máxima (1RM) nos movimentos de flexão (FQ) e extensão de quadril (EQ), flexão (FO) e extensão de ombro (EO). Como resultado, a SPANOVA revelou que o GE apresentou um aumento significativo no IGF-1 (∆%=19,09; p=0,03). Observou-se um aumento significativo da força muscular no GE nos movimentos de FO (∆%=27,88; p

Endereço: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/RevEducFis/article/view/9071/7522

Comentários


:-)





© 1996-2018 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.