Nível de Atividade Física, Estresse e Saúde de Bancários

Por: M. S. Viana.

Motricidade - v.6 - n.1 - 2010

Send to Kindle


Resumo

O objetivo deste estudo foi investigar a relacao entre nivel de atividade fisica, estresse e saude de bancarios e bancarias. Participaram do estudo 283 bancarios (56.6% homens/43.4% mulheres) com idade media de 40 anos. Os instrumentos utilizados foram: Questionario de Atividades Fisicas Habituais (Pate et al., 1995); Escala de Estres-se Percebido (Cohen, Karmack, & Mermelsteinm, 1983); e duas escalas de saude auto-avaliada (Andrade, 2001). Os bancarios mais ativos fisicamente mostraram-se menos estressados (F = 4.87, p = .008); resultado significativo apenas para as mulheres (F = 4.11, p = .019). Os ativos tambem apresentaram melhor saude percebida (p = .000, ƒ× = .56) e menor frequencia de adoecimento (p = .02, ƒ× = ..34); resultados significativos somente para os homens (p = .001, ƒ× = .60 e p = .033, ƒ× = ..33, respectivamente). Ban-carios com melhor saude percebida foram significativamente menos estressados (F = 13.45, p = .000); resultado significativo para homens (F = 9.75, p = .000) e mulheres (F = 7.88, p = .000). Quem adoece menos esteve menos estressado (F = 5.40, p = .001); resultado significativo apenas para as bancarias (F = 4.60, p = .004). Os achados indi-cam existir relacoes entre as variaveis investigadas, e que tais relacoes nao se dao de maneira equivalente para homens e mulheres dessa populacao.

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.