Nível de Atividade Física Habitual e Laboral Estimada Por Pedômetros

Por: Bruno Pereira de Moura, , José de Fátima Juvêncio, Mateus Barbosa Oliveira e .

Revista Brasileira de Atividade Física & Saúde - v.16 - n.3 - 2011

Send to Kindle


Resumo

O objetivo deste estudo foi comparar o nível de atividade física habitual e laboral em técnicos administrativos e operacionais de uma universidade pública. Foram avaliados 27 funcionários, sendo 16 técnicos administrativos (44,8 ± 6,5 anos) e 11 operacionais (44,8 ± 10,2 anos). O monitoramento da atividade física habitual foi realizado através da contagem diária de passos pelo pedômetro digital (Blitz/DX-8897®). A coleta de dados foi realizada em sete dias consecutivos (5 dias de semana e 2 de final de semana). Utilizou-se o teste de Mann-Whitney para a comparação entre os grupos e o teste de Kruskal-Wallis + post hoc Tukey para comparações intragrupos (p < 0,05). Na análise dos números de passos executados tanto nos dias de semana, quanto nos de finais de semana e na contagem geral, os operacionais foram mais ativos fisicamente que os técnicos administrativos (p < 0,05). Aproximadamente 68% dos técnicos administrativos apresentaram-se como "um pouco ativo" e 63% dos operacionais foram identificados como "altamente ativo". Conclui-se portanto, que o nível habitual de atividade física através da pedometria categorizou os operacionais como fisicamente ativos, em contraste com os técnicos administrativos, que não atingiram as recomendações mínimas de atividade física.

Endereço: http://www.sbafs.org.br/_artigos/454.pdf

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.