Nível de Atividade Física no Lazer dos Professores de Educação Física do Ensino Básico

Por: , Lúcio Kerber Canabarro e Marilda Borges Neutzling.

Revista Brasileira de Atividade Física & Saúde - v.16 - n.1 - 2011

Send to Kindle


Resumo

Introdução: Estimar o nível de atividade física é importante para o planejamento de intervenções, no entanto há poucos trabalhos que investigam o comportamento de professores neste aspecto. Objetivo: verificar, através de um estudo transversal, o nível de atividade física no lazer dos professores de educação física do ensino básico que atuam na zona urbana da cidade de Pelotas - RS. Método: estudo de caráter censitário, que utilizou o IPAQ (International Physical Activity Questionnarie) longo para verificação do nível de atividade física no lazer destes profissionais. Resultados: 188 professores responderam o questionário, 61,3% do sexo feminino, 55,4% concluíram pós-graduação e 56,4% foram classificados como ativos no lazer. O nível de atividade física no lazer, na análise ajustada, apresentou associação inversa com tabagismo (p=0,04) e direta com autopercepção de saúde (p=0,001). Conclusão: os professores apresentaram um nível de atividade física no lazer superior aos encontrados na população de Pelotas e não demonstraram os mesmos fatores de risco para inatividade física que a população em geral.

Endereço: http://www.sbafs.org.br/_artigos/424.pdf

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.