Nível de Atividade Física e Qualidade de Vida em Adultos de Jacobina-ba

Por: Maurício Evaristo Alves.

11° Congresso Brasileiro de Atividade Motora Adaptada - CBAMA

Send to Kindle


Resumo

A presente pesquisa buscou avaliar a associação entre o nível de atividade física e a qualidade de vida em adultos na faixa etária de 20 a 64 anos, hipertensos e/ou diabéticos de três unidades básicas de saúde da cidade de Jacobina-BA. Trata-se de um estudo descritivo, transversal, observacional, realizado no Projeto de Extensão Práticas Corporais Integrativas e de Promoção a Saúde: ESF da Caeira e Felix Tomáz, em Jacobina-BA. Foram consideradas como variáveis para este estudo: Condições de vida, Qualidade de vida e Nível de atividade física, para obter essas informações foram utilizados os Questionários com avaliações Sociodemográficas e Socioeconômicas, o Questionário QWLQ – bref 78, IPAQ e WHOQOL-bref. A qualidade de vida dos participantes teve média geral de 3,58, sendo classificada como “regular”. Obtivemos relevância estatística entre o Domínio meio ambiente (WHOQOL-BREF) e o nível de atividade física (IPAQ), comprovando que a qualidade de vida da população de adultos em Jacobina está diretamente relacionada a ter segurança para ir e vir, questões relacionadas a pouca poluição, ter transporte coletivo, ter acesso à saúde, informação e moradia. Esse trabalho auxiliou a permanência do projeto Práticas Corporais Integrativas e de Promoção a Saúde e consolidou o Grupo de Estudos GEFEL.

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.