Nível de Atividade Física em Adultos Paulistanos: Uma Análise de Tendência

Por: Tulio Gamio Dias.

44 páginas. 2019 02/04/2019

Send to Kindle


Resumo

OBJETIVO: Investigar a tendência temporal na atividade física de lazer em adultos paulistanos entre os anos de 2006 a 2016. MÉTODOS: Estudo de análise de série temporal. Inicialmente fez-se o download dos bancos de dados das variáveis de atividade física no tempo de lazer (se praticava ou não, tipo de modalidade, frequência semanal e duração diária), do sexo, da idade e da escolaridade diretamente na base dados do Sistema de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (n=21.357). Foram realizadas análises gerais e estratificadas por sexo, idade e escolaridade utilizando-se o método descritivo através das prevalências e seus respectivos intervalos de confiança (IC 95%). RESULTADOS: Nos onze anos de observação, a prevalência de atividade física no tempo de lazer em adultos paulistanos aumentou em 8,6 pontos percentuais. Houve aumento significativo no grupo de mulheres. Maiores prevalências foram observadas em pessoas até 34 anos e com nove anos ou mais de escolaridade. As três modalidades mais praticadas foram a caminhada, o futebol e a musculação. A maioria das pessoas praticou de uma a duas vezes por semana e por trinta minutos ou mais por dia. CONCLUSÃO: Ao longo dos onze anos de observação, verificou-se um aumento na prevalência de atividade física durante o tempo de lazer em adultos residentes na cidade de São Paulo, principalmente em mulheres

Endereço: https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/100/100139/tde-05062019-205509/pt-br.php

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.