Nível de Atividade Física nos Períodos de Aula e de Férias em Escolares de Anápolis-go

Por: C G o Teixeira, J Jr Teixeira, N França e P S M Venâncio.

Revista Brasileira de Ciência & Movimento - v.13 - n.1 - 2005

Send to Kindle


Resumo

O presente estudo teve como propósito diagnosticar o nível habitual de atividade física de crianças durante o período de aula e férias. Participaram 34 crianças de ambos os sexos, com idade de 11 anos completos (peso: 43,11 ± 5,2 kg; altura: 149,22 ± 7,6 cm; nível sócio-econômico: 79,41% classe rica). Os dados foram coletados nos meses de outubro/2001 a fevereiro/2002. Para a obtenção dos indicadores de atividade física, usou-se o monitor de freqüência cardíaca Polar Vantage XL. As mensurações foram realizadas em 3 dias intercalados de 8h às 20h. Os valores de freqüência cardíaca foram divididos em três níveis de intensidade padronizados por Riddoch e Boreham17 (1995). Neste sentido foram criados critérios para definir as seguintes variáveis: número de blocos de 5 a 9 minutos ou ≥ a 10 minutos. Para tratamento estatístico foi realizada o Teste de Friedman para amostras pareadas, para p<0,05. Pelas evidências encontradas neste estudo, podemos concluir que 1- As crianças permaneceram a maior parte do tempo em comportamento sedentário; 2- A quantidade de blocos que as crianças permaneceram em intensidade de moderada a alta, enunciadas pela Fc, está aquém das orientações mínimas previstas na literatura específica; 3- Ocorreu uma mudança no padrão de atividade física no período de férias, mas não o suficiente para promover alterações fisiológicas saudávei

Endereço: https://portalrevistas.ucb.br/index.php/RBCM/article/view/611/623

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.