Nível de Disclosure das Atividades Operacionais, Econômicas e Financeiras dos Clubes Brasileiros

Por: Amaury José Rezende, André Luiz Salgado e Flávia Zóboli Dalmácio.

Contabilidade, Gestão e Governança - v.13 - n.2 - 2010

Send to Kindle


Resumo

Nas últimas décadas, tem-se observado um nível significativo de insatisfação da sociedade quanto ao processo de gestão amadora praticada pelos gestores dos clubes de futebol brasileiros. Com objetivo criar uma nova postura à gestão dos clubes brasileiros, diversas alterações societárias (legislação) têm sido realizadas: Lei Zico 8.672/93, Lei Pelé 9.615/98, Resolução CFC 1.005/04 e a NBCT 10.13. Desse modo, esta pesquisa tem como objetivo analisar o nível de disclosure realizado pelos clubes brasileiros. Diante das diversas alterações ocorridas na legislação brasileira, nos últimos períodos, a investigação norteou-se pelas seguintes questões: as diversas alterações na legislação (societária e contábil) trouxeram aumento ao nível de informação disponível aos stakeholders? Há um nível de homogeneização no disclosure entre os clubes? A pesquisa analisou uma amostra 70 demonstrações financeiras de clubes de futebol brasileiros, entre o período de 2001 a 2007. De acordo com os resultados, constatou-se que o nível de evidenciação está correlacionado ao tamanho econômico dos clubes e que após a inclusão de mecanismos de enforcement (mecanismos coercitivos), tem-se observado um incremento no volume de informações publicadas.

Endereço: http://www.cgg-amg.unb.br/index.php/contabil/article/view/282

Ver Arquivo (PDF)

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.