O Abandono da Regência de Classe de Professores de Educação Física da Rede Estadual de Ensino de Santa Catarina: Um Estudo de Caso

Por: Carmem Dummel, , Katia Cristine Schmidt e Maria Angelica Binotto.

XI Congresso de Educação Física e Ciências do Desporto dos Países de Língua Portuguesa

Send to Kindle


Resumo

O trabalho docente constitui-se de um conjunto de ações específicas que são
empreendidas pelo professor durante sua vida profissional. Permanecer ou
não realizando um determinado trabalho, dependerá da manutenção e
estabelecimento dos vínculos relacionados com o contexto social, com
a instituição onde é realizado e com o modo como está organizado o trabalho.
Neste sentido, o objetivo deste estudo foi verificar os motivos que levaram
professores de educação física do ensino público de Santa Catarina a abandonar
a regência de classe. Fizeram parte do estudo seis professores, selecionados
de forma intencional. Como instrumento para coleta das informações utilizouse uma entrevista semi-estruturada com questões abertas englobando os
seguintes temas norteadores: motivos que levaram á escolha do curso de
educação física; formação enquanto professor de educação física; transição
para a sala de aula; experiência no ensino público estadual como docente da
disciplina de educação física e motivos do abandono da regência de classe.
Para a análise das informações, após a transcrição, devolução e autorização
por parte dos participantes utilizou-se como base os temas norteadores
classificando-os em categorias de análise. Pode-se afirmar de forma geral, que
os participantes desta pesquisa desistiram da regência de classe em educação
física no momento em que surgiu a oportunidade de exercer funções
burocráticas na Secretaria de Estado da Educação, Ciência e Tecnologia. No
entanto, é preciso considerar que uma complexidade de outros fatores levou a
esta tomada de decisão, os quais foram evidenciados e identificados através
das categorias de análise. Deste modo, os participantes desta pesquisa
demonstraram além dos motivos explícitos relatados durante os depoimentos,
motivos implícitos subentendidos em suas falas que desencadearam na ação
final de abandono da regência de classe. Dentre eles destaca-se a desvalorização
do professor; o descaso com a educação física escolar; a falta de material e de
unidade de ação entre os docentes da área, a insatisfação pessoal e
consequentemente a insatisfação com o trabalho docente. A partir disso,
ressalta-se que a continuação deste contexto de insatisfação, resultará
provavelmente no abandono da profissão, e não apenas da regência de classe.

Endereço: http://citrus.uspnet.usp.br/eef/uploads/arquivo/71_Anais_349.pdf

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.