O Atleta Como Celebridade e o Esporte Como Espetáculo no Discurso da Mídia Impressa Brasileira: o Caso dos Jogos Olímpicos de Londres 2012

Por: .

XXXVI Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação - Intercom

Send to Kindle


Resumo

Com a aproximação dos grandes eventos esportivos, como a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016, podemos preceber, no Brasil, uma maior aproximação, no discurso da mídia esportiva especializada, com o consumo do produto esporte. A construção do evento esportivo passa, cada vez mais, a ser espetacularizada para servir a esse propósito. Pautas comportamentais, de celebridades e que chamam a atenção para o espetáculo, produto do esporte, passam a ocupar mais espaço nos veículos de comunicação de massa, desejosos de audiência, do que as pautas de conotação esportiva e/ou restritas aos aspectos competitivos do esporte. O objetivo deste trabalho é apresentar os resultados de projeto de pesquisa, financiado pela FAPESP, destinado a investigar o comportamento da mídia impressa brasileira durante os Jogos Olímpicos de Londres, em 2012. Acompanhamos, de 24 de julho a 7 de outubro de 2012, os três principais jornais de circulação nacional do país – O Globo, O Estado de São Paulo e Folha de São Paulo. Foram levantadas 4.618 notícias, notas, artigos e editoriais sobre o tema. As matérias selecionadas foram classificadas em cinco grandes grupos que evidenciaram, na prática, a preocupação da mídia em transformar os atletas esportivos em celebridades e o esporte em espetáculo. Essa construção midiática ocorre, como mostraremos, para reafirmar a cultura do consumo esportivo, aumentando sua importância econômica.

Endereço: http://www.intercom.org.br/papers/nacionais/2013/index.htm

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.