O Boxe Como Metáfora da Nação: Belarmino (Fernando Lopes, Portugal, 1964)

Por: .

XVI Congresso de Ciências do Desporto e Educação Física dos Países de Língua Portuguesa

Send to Kindle


Resumo

Belarmino foi lançado em Lisboa, em novembro de 1964. Dirigido por Fernando Lopes, é considerado um dos filmes que inaugurou uma nova forma de conceber a produção cinematográfica em Portugal, um dos pioneiros do Novo Cinema português. Incensado pela crítica nacional e internacional, ajudou a chamar a atenção para o movimento que jovens cineastas consolidavam em um país em crise, cujo governo ditatorial já durava mais de três décadas e, sofrendo pressões de vários lados, dava sinais de exaustão. É posição corrente entre vários pesquisadores que a película se refere menos à trajetória de um pugilista do que a Lisboa, chamando a atenção para uma faceta da cidade que era conhecida por grande parte da população, mas negligenciada pelas autoridades governamentais. De toda forma, podemos perguntar, por que o cineasta escolheu a vida de um boxeador como eixo condutor? Como o pugilismo foi mobilizado, do ponto de vista do conteúdo e da forma, no âmbito das suas intenções? Esse artigo objetiva discutir como o boxe foi tratado nesse que é considerado um dos mais importantes filmes de Portugal. Para alcance do objetivo, tive em conta as reflexões de Peter Burke (2004), a perspectiva de T.J. Clark (2004) e o modelo de análise/interpretação proposto por Melo (2009). Foi possível perceber que: a) a escolha do pugilista tratou-se de uma estratégia para proceder críticas ao regime sem torná-las explícitas, uma forma de tentar burlar o controle; b) a ênfase nos aspectos psicológicos intentava disfarçar a abordagem das questões de caráter mais político, dificultando a percepção dos censores; c) o personagem central não é apresentado como um herói no sentido clássico, mas sim como um anti-herói com uma personalidade ambígua; d) o personagem é mobilizado para expor uma visão não idílica de Lisboa; e) os paralelos metafóricos entre o boxeador e a cidade também se operam no que tange à uma suposta decadência da nação. Vale ainda destacar as opções narrativas do diretor, em muitos momentos, similar à dinâmica de uma luta de boxe. O narrador/repórter espreme os entrevistados, os faz cair em contradição. Eles se contradizem, suas ambiguidades afloram. Belarmino, inclusive, confunde ao misturar documentário e ficção. Enfim, vale destacar que a película, tão vinculada à renovação e da linguagem cinematográfica, disposta a lançar um olhar crítico sobre o tempo histórico, usa um esportista como expressão emblemática do que estava a ocorrer.

Endereço: http://www.fade.up.pt/rpcd/entradaPT.html

Tags: ,

Comentários


:-)





© 1996-2016 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.