O Brincar Como Modo de Tratamento Ao Real da Doença

Por: Cássio Eduardo Soares Miranda e Ruth Helena Pinto Cohen.

Estudos e Pesquisas em Psicologia - v.13 - n.1 - 2013

Send to Kindle


Resumo

Este artigo discute, a partir de uma perspectiva psicanalítica, como o brincar constitui-se como um modo de tratamento ao real da doença, em crianças acometidas de diversos tipos de câncer. Traça considerações sobre o brincar e o simbólico, a partir das idéias freudianas para, em seguida, discutir o modo como Lacan pensa o brincar e a sua função na clínica com crianças. A partir de um fragmento de caso clínico, este artigo tenta demonstrar o modo como os pressupostos teóricos assumidos servem de operadores lógicos, no que se refere aos casos de crianças em tratamento no Instituto de Pediatria e Puericultura Marzagão Gesteira.

Endereço: http://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/revispsi/article/view/7932/5725

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.