O Brinquedo Para a Criança Portadora de Paralisia Cerebral

Por: Ana Paula Zunino e Claudia Morais Trevisan.

VII Congresso de Educação Física e Ciências do Desporto dos Países de Língua Portuguesa

Send to Kindle


Resumo

O objetivo deste estudo foi caracterizar a relação do brinquedo para a criança paralisada cerebral (PC), verificando os brinquedos preferidos, os amigos as posições preferidas para brincar e seu relacionamento familiar. Participaram 6 sujeitos , do sexo masculino com idade entre 8 e 16 anos. A coleta de dados foi realizada através de questionário, às mães, constando dados de identificação, posição em que prefere brincar, brinquedo preferido, relação com os brinquedos, aspectos sociais, espaço onde brinca, características pessoais, participação dos familiares na rotina de vida da população. Os dados analisados de forma descritiva. Resultados: a posição preferida para brincarestá relacionada a sua capacidade motora; os brinquedos preferidos são os bichinhos de pelúcia; quanto aos amigos estão bem socializados, brincam perto de outras crianças e vão a casa de amigos para brincar; as mães permanecem com seus filhos a maior parte do tempo e este estudo levou as mães a refletir sobre o que seu filho era capaz de fazer e como agiam frente a situações de como brincar apesar de suas limitações, muitas vezes impedindo-as de realizar alguns movimentos para brincar livremente. Conclusão: crianças PC apresentam muitas dificuldades e suas deficiências impedem de realizar os seus desejos, o brincar possibilita o engajamento e a curiosidade de experimentar, realiza a criança e a faz reconhecer e mostrar que é capaz de fazer muitas coisas através do aprender fazendo com o brinquedo.

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.