O Comportamento de Variáveis de Desempenho Tático em Jogos Reduzidos de Futsal

Por: Thiago André Rigon.

118 páginas. 2019 17/04/2019

Send to Kindle


Resumo

O presente trabalho teve como objetivo investigar o desempenho tático em jogos reduzidos de futsal. De acordo com as metodologias contemporâneas de ensino das modalidades esportivas coletivas (MEC´s), a ação é colocada no centro do processo de ensino-aprendizagem dos jogos. Lança-se mão, então, de atividades de ensino e treinamento que preservem os problemas do jogo formal (JF), ou seja, os chamados jogos reduzidos (JR´s). Procedente do termo em inglês small-sided games (SSG) este instrumento consiste na aplicação de atividades que preservam a dimensão relacional e situacional da execução motora, isto é, os processos envolvidos na percepção, análise e tomada de decisão constituintes da ação tática (MAHLO, 1974). No lugar das repetições de movimentos, treinos exclusivamente técnicos e séries de exercícios surgem os jogos reduzidos, cuja denominação equivale a dos jogos menores, jogos modificados ou mini-jogos. Estes são considerados importantes ferramentas de trabalho dos professores e treinadores esportivos, pois permitem que determinados comportamentos desejados sejam exercitados e (re) significados pelos praticantes, independentemente do nível de jogo. Os adeptos desta perspectiva de ensino defendem que a implementação de atividades dessa natureza estimularia a formação de jogadores autônomos, inteligentes e criativos. De qualquer forma, para que os JR´s tenham eficácia no processo de ensino-aprendizagem, devem-se conhecer a fundo quais alterações do JF podem ser promovidas, bem como quais são os impactos dessas mudanças sobre as ações dos jogadores. A partir, então, de conceitos tático-estratégicos elementares extraídos de um modelo de jogo do futsal, foram elaborados e aplicados diferentes JR´s para grupos de alunos, praticantes da modalidade. Foi possível indicar como se comportaram taticamente os jogadores nas diferentes situações sugeridas, indicando quais as implicações práticas das alterações propostas em cada jogo. Para a análise das ações, de forma original, criou-se uma ferramenta de avaliação do desempenho tático que pode ser utilizada tanto em situação de jogo reduzido (JR), quanto de jogo formal (JF). A amostra foi composta por 59 alunos, com idade entre 10 e 12 anos, integrantes de cursos extracurriculares de futsal de escolas particulares de São Paulo. Os alunos foram divididos em 7 grupos de prática e participaram de sessões de treinamento com as seguintes atividades: 2x1 em meia-quadra (sendo dois formatos diferentes, a e b), 2x2 em meia-quadra, 4x2 em quadra inteira e 3x3 em quadra inteira. Os resultados indicam que as variáveis de desempenho tático, representadas pelas ações dos jogadores, apresentaram diferenças quanto às densidades e qualidades de acordo com os JR´s propostos. Basicamente, as manipulações dos regulamentos dos jogos facilitaram, induziram ou obrigaram a ocorrência de determinadas ações, como os duelos de 1x1, as finalizações, o direcionamento para o rebote, a criação de linha de passe, entre outros. Entende-se, assim, que seja possível conhecer e manipular, de forma intencional, as alterações do JF, permitindo que os jogadores exercitem determinados problemas do jogo elencados a priori

Endereço: https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/100/100139/tde-15052019-111356/pt-br.php

Ver Arquivo (PDF)

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.