O Comportamento Informacional de Pós-graduandos da área de Educação: Estudo com Programas de Excelência no País

Por: Helen de Castro Silva Casarin.

139 páginas. 2011 13/09/2011

Send to Kindle


Resumo

O estudo do comportamento informacional de pós-graduandos permite identificar aspectos da busca e uso da informação que vão ter impacto na atuação dos futuros pesquisadores e demais profissionais. Estudos anteriores, realizados no campus da Unesp de Marília, indicaram que os pós-graduandos das áreas de Ciências Humanas e Sociais Aplicadas pouco utilizam as fontes de informação usadas tradicionalmente para levantamentos bibliográficos e se restringem às fontes indicadas por seus professores, ao contrário do esperado para um aluno com este nível de formação. Dando seqüência à temática, investigou-se o comportamento informacional de alunos de Programas de Pós-Graduação da área de Educação com notas cinco e seis na última avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). A pesquisa teve como objetivos identificar os fatores que podem influenciar no comportamento informacional dos participantes; investigar se há diferença significativa de comportamento entre mestrandos e doutorandos; verificar a influência do gênero no comportamento informacional dos pós-graduandos. A coleta de dados foi realizada em duas etapas: a realização de grupo focal com grupo de 11 participantes para levantamento de subsídios para etapa seguinte, que constituiu na aplicação de questionário eletrônico aos alunos regulares de 16 programas de excelência do país. Participaram da pesquisa 493 pós-graduandos, sendo 54% de doutorandos e 46% de mestrandos e 75% de mulheres e 25% de homens. Os resultados demonstraram que a maioria dos sujeitos não participou de instrução formal para busca em bases de dados. Eles estão abertos a novas ideias e não restringem suas busca apenas às informações que confirmam sua visão sobre o tema pesquisado. Os respondentes demonstram preocupação em não negligenciar informações e têm o hábito de buscar regularmente informações para suas pesquisas e se mostraram dispostos a investir tempo e esforço em suas buscas. O gênero mostrou ser um fator mais influente no comportamento informal que o nível em alguns itens abordados na pesquisa. Pretende-se que os resultados da pesquisa forneçam subsídios para a adaptação e proposição de produtos e serviços informacionais voltados para os pesquisadores da área de educação, incluindo aqueles relacionados à competência informacional.

Endereço: https://repositorio.unesp.br/handle/11449/108400

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.