O Conceito de Classe em o Capital: o Professor Como Proletário em Marx

Por: .

279 páginas. 2014 14/08/2014

Send to Kindle


Resumo

O trabalho aborda o conceito de classe em O Capital, refletindo suas lacunas e apresentando possibilidades analíticas quanto da elaboração de uma definição categorial coerente a respeito da classe proletária, estabelecendo nexos coerentes entre relação de propriedade, trabalho assalariado, antagonismo ao capital e posição ideológica enquanto propriedades constituintes da classe. Por sua vez, reportando-se ao percurso metodológico pelo qual Marx avista sua crítica ao modo de produção capitalista em O Capital, revelando os fundamentos teóricos capazes de nortear uma análise sistêmica do proletariado, superando definições abstratas, marcadas pela rigidez estereotipada que reduz o proletariado ao trabalhador fabril. A incorporação do método dialético a análise do proletariado expressa seu caráter histórico e processual de seu desenvolvimento, identificando os trabalhadores intelectuais qualificados – entre os quais os professores – como componentes da classe trabalhadora moderna, e, consequentemente, determinando os rumos da luta de classes e a formulação do programa revolucionário. 

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.