O Conceito de Deficiência Mental em Uma Revista Especializada: Um Procedimento Para Análise

Por: Heloísa Helena Ferreira da Rosa Maestrello.

119 páginas. 1983

Send to Kindle


Resumo

Foi elaborado um procedimento constituído de: a) um roteiro para leitura de artigos científicos e b) critérios para interpretação das informações levantadas através desse roteiro. Este procedimento foi aplicado a 333 artigos publicados no American Journal of Mental Deficiency em 1957/58 (199 artigos) e 1980/81 (134 artigos). Com tal procedimento pretendeu-se determinar o conceito de deficiência mental em cada um dos biênios e confrontá-los segundo as diferenças e semelhanças encontradas nos artigos. A análise dos resultados, além de mostrar a viabilidade do procedimento proposto para a realização dos objetivos pretendidos, revelou diferenças quanto à conceituação de deficiência mental nas duas épocas. A tônica no primeiro biênio era a especificação das causas orgânicas na etiologia da deficiência mental, a ênfase na instituição como recurso eletivo para tratamento e educação do deficiente mental, o interesse em estudar o desempenho em testes e prescrever formas de diagnóstico e currículos. No segundo biênio o estudo das causas orgânicas é negligenciado em favor de uma explicação comportamentista da deficiência mental e com ênfase na plena integração social do deficiente mental. Diminui a preocupação com prescrição de currículos e normas para diagnóstico; são enfatizados instrumentos e métodos para enriquecimento do repertório comportamental do deficiente mental.

Endereço: http://www.nuteses.temp.ufu.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=2&id=2031&listaDetalhes%5B%5D=2031&processar=Processar

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.