O Contexto Histórico das Políticas Públicas de Lazer no Brasil

Por: e Regimênia M. B. de Carvalho.

Licere - v.13 - n.4 - 2010

Send to Kindle


Resumo

Tratar o lazer como elemento essencial para o desenvolvimento social é  algo que vem sendo defendido como uma ideia que expressa a garantia de direitos.  Historicamente, o lazer compôs a rotina social dos indivíduos, tanto que os registros de  tais fatos remontam à Idade Antiga. Porém, ressalta-se que ao longo da história, o lazer  foi analogamente tratado como ócio. Com o advento da Revolução Industrial tornou-se mais evidente a relação com a produtividade na sociedade capitalista e a necessidade de  descanso e tempo livre. A partir daí, a relevância do lazer como agente minimizador de  acidentes de trabalho e desgastes de natureza profissional consolidou-se nos setores de  produção públicos e privados. Nesse sentido, este artigo enfatiza o marco histórico do 
lazer no setor de produção industrial desde o século XIX até o presente. No Brasil o  fortalecimento da construção de uma política para o lazer se dá através do SESC e do  SESI.

Endereço: http://www.anima.eefd.ufrj.br/licere/pdf/licereV13N04_ar3.pdf

Comentários


:-)





© 1996-2018 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.