O Corpo do Futebol-arte e do Futebol-resultado na Mídia: Resignificações dos Imaginários Renascentista e Barroco

Por: Lourdes Gabrielli, Selma Felerico e Tânia Márcia Cezar Hoff.

XXXI Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação - Intercom

Send to Kindle


Resumo

Considerando a concepção de corpo nas artes barroca e renascentista e suas resignificações na cultura ocidental contemporânea, bem como nas manifestações midiáticas, pretende-se, neste artigo, analisar a representação do corpo do jogador de futebol no discurso midiático em dois momentos distintos. O primeiro é o período de glória do futebol brasileiro, os anos de 1970, quando o Brasil ratificou sua condição de país do Futebol e tornou-se a primeira seleção tricampeã da Copa do Mundo de Futebol. O segundo, os anos de 2000, quando o futebol tende a ser valorizado como negócio e como resultado em detrimento da noção de jogo que se joga com paixão e talento. Quais mudanças o corpo do atleta evidencia? Quais marcas esse corpo carrega quando responde à arte ou ao negócio?

Endereço: http://www.intercom.org.br/papers/nacionais/2008/index.htm

Ver Arquivo (PDF)

Tags: ,

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.