O Corpo Negado: Corpo, Violência e Educação à Luz do Pensamento Libertário de Paulo Freire

Por: Peri Mesquida.

Múltiplas Leituras - v.3 - n.1 - 2010

Send to Kindle


Resumo

Este artigo é fruto de uma reflexão desenvolvida no seio do projeto de pesquisa Fundamentos Históricos, Filosóficos e Políticos da Teoria e da Prática Pedagógica em Paulo Freire, a partir de documentos e de uma bibliografia historiográfica que permitiu um diálogo com autores como FREIRE (1980,1994,1997, 2000, 2001, 2003), DUSSEL (1977,2000), ARENDT (2001), HOBBES (1997, MARX (1993), MEMMI (1989), PAIVA (2000), entre outros, procurando descobrir a origem histórica da violência nas sociedades periféricas, em particular na escola. Utilizando a hermenêutica como método de interpretação e crítica dos dados coletados nos documentos e na bibliografia, surgiram algumas considerações finais que permitem ver a escola e a prática pedagógica nela desenvolvida como um dos lócus privilegiados não somente da difusão de uma mentalidade favorável à violência como também de geração de atitudes e comportamentos violentos. 

Endereço: https://www.metodista.br/revistas/revistas-ims/index.php/ML/article/view/1922

Ver Arquivo (PDF)

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.