O Curso da Vida Adulta e o Corpo Envelhecido no Cinema

Por: Guita Grin Debert.

Cinema e Corpo.

Send to Kindle


Resumo

1Assim como acontece nos jornais e na mídia eletrônica, os idosos vêm ganhando espaço cada vez maior também no cinema, quebrando, assim, a longa conspiração do silêncio em relação à velhice, como bem denunciou Simone de Beauvoir em seu livro Velhice: a realidade incômoda, escrito em 19702 . A presença do idoso no cinema tem sido tratada com frequência e sua atuação em papéis centrais também vem ganhando representatividade. Do ponto de vista das ciências sociais, discutir essa presença é um pretexto para refletir sobre atitudes, valores e práticas sociais com os quais os filmes dialogam, os quais supomos estruturar suas narrativas. É também uma oportunidade para dar conta de mudanças sociais e complexificar nossa reflexão sobre os conceitos com os quais operamos, de maneira a torná-los compreensíveis de um modo mais sensível.

Ver Arquivo (PDF)

Tags: ,

Comentários


:-)





© 1996-2017 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.