O Desafio da Adesão Aos Exercícios Físicos em Grupos de Idosos em Palmitos/sc: Motivos Para a Prática e Para a Desistência

Por: .

Revista Brasileira Atividade Física & Saúde - v.15 - n.3 - 2010

Send to Kindle


Sobre a Obra

Os exercícios físicos são um dos meios de se contribuir ara viver mais e com autonomia. Porém, a desistência é uma das barreiras a serem encidas. Este estudo teve como objetivo avaliar e explorar os motivos para a adesão e os motivos ara a desistência dos exercícios físicos entre pessoas de grupos de idosos de programas struturados. Caracteriza-se como uma pesquisa exploratória utilizando entrevista emi-estruturada, análise do conteúdo e a técnica do espelho. Os aderentes (n=14) apreciam positivamente os xercícios e os apontam como rotina. Todos os aderentes consideram a prática de xercícios como positiva para a sua saúde. A melhora da capacidade de trabalho é um dos fatores que ncentivam adesão. Os desistentes (n=8) relatam uma desmotivação após a doença ou dor e esconforto após a prática do exercício. Os aderentes confi am mais nos resultados positivos do xercício do que os desistentes. Os aderentes controlam o estresse com a estratégia de esignação ou fuga, enquanto que os desistentes encaram o estresse como passageiro e uso de medicação. Conclui-se que os motivos para a aderência foram o histórico familiar positivo para oenças crônicas e degenerativas, a auto-avaliação positiva da saúde, a disponibilização de tempo para a realização da atividade investimento em saúde e a expectativa de resultados promissores a partir das atividades. Entre os otivos para a desistência se destacaram a auto-avaliação da saúde com restrições, a percepção egativa do efeito do exercício físico principalmente o relato da dor e do cansaço.

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.