O Desencanto Como Instrumento de Crítica Aos Interventores

Por: .

Histórias(s) do Sport - 2018

Send to Kindle


Resumo

No momento em que se aproxima mais uma Copa do Mundo de Futebol e novas Eleições Presidenciais acredito que estamos vivendo uma conjuntura histórica nebulosa e contraditória no que diz respeito à mobilização em torno desses dois importantes eventos coletivos para a sociedade brasileira.

Faltando exatamente um mês para a bola rolar na Rússia não sinto a motivação de outrora, não vejo as ruas pintadas, bandeiras nas janelas e mesmo com um time que ressuscitou nas mãos do técnico Tite um futebol, no mínimo bastante competitivo, não percebo entre os torcedores e nem entre especialistas dos meios de comunicação a empolgação de outras Copas. Diversos fatores são apontados e podem estar contribuindo para este possível desencanto coletivo: o 7×1 contra a Alemanha, a consciência da tragédia dos gastos públicos com os megaeventos, os escândalos envolvendo a C.B.F e a F.I.F.A, a crise política e econômica que assola o país, além da extrapolação do processo de mercantilização e midiatização do futebol cujo ápice simbólico acontece a cada quatro anos com a realização dos torneios mundiais de seleções.

Endereço: https://historiadoesporte.wordpress.com/2018/05/14/o-desencanto-como-instrumento-de-critica-aos-interventores/

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.