O Desenvolvimento da Noção de Regras do Jogo de Futebol

Por: .

Revista Brasileira de Educação Física e Esporte - v.11 - n.1 - 1997

Send to Kindle


.Resumo

A participação de uma criança em uma situação de jogo de regras implica, não somente, adesão a um sistema de recompensa e motivação mas, igualmente, consideração de um processo cognitivo extremamente complexo. O objetivo desse estudo foi o de identificar, em sujeitos entre quatro e 19 anos de idade, os níveis de desenvolvimento da noção das regras que compõem o jogo de futebol. Foram investigados 40 sujeitos, sendo distribuídos em cinco grupos por idade (grupo I= quatro e cinco anos de idade, grupo II= seis e sete anos, grupo III= 10 e 11 anos, grupo IV= 14 e 15 anos e grupo V= 18 e 19 anos de idade). As informações foram obtidas através de filmagem em vídeo “tape”, observações da prática do futebol dos sujeitos nas escolas fora do horário regular de aula e entrevista em duplas seguindo-se as linhas gerais dos método clínico de Piaget. Coerentemente com os níveis de desenvolvimento propostos por Piaget (1932), pudemos identificar a seqüência de desenvolvimento para a prática das regras. Os níveis descritos revelaram os progressos que vão desde um simples “chutar a bola” até as sutilezas técnicas e habilidosas que compõem o jogo dos adultos. Como pode-se perceber, a evolução do que Piaget denominou jogo de exercício, passando pelo jogo egocêntrico até o jogo de regras manteve relação com os níveis de desenvolvimento cognitivo por ele propostos. UNITERMOS: Desenvolvimento cognitivo-moral; Noção de regras; Juízo moral; Futebol.

Endereço: http://www.usp.br/eef/rpef/v11n1/v11n1p27.pdf

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.