O Discurso de Proprietárias de Academias Sobre a Prática da Natação Como Atividade de Lazer: Inclusão ou Elitização Social?

Por: .

Movimento - v.7 - n.12 - 2000

Send to Kindle


Resumo

A presente investigação teve como objetivos: a) verificar como os professores do ensino da natação interpretam e manejam o acesso de praticantes e b) discutir o papel dos professores proprietários de academias de natação quanto à inclusão social da comunidade no aprendizado. Entrevistas com 5 professoras proprietárias de academias de natação permitiram considerar que: i) possuem uma clientela proveniente da classe média alta; ii) nunca ofertaram ou tiveram experiência em natação para a comunidade,- ¡ii) consideram sua tarefa elitista,- iv) apontam a falta de piscinas públicas para o trabalho comunitário; v) justificam a inexistência de turmas para a comunidade à falta de parceria com outros órgãos, ao preconceito dos alunos pagantes e à falta de educação comunitária. Interpretamos que há fragilidade nos argumentos e um tênue comprometimento das proprietárias quanto à acessibilidade da natação enquanto atividade de lazer.

Endereço: http://seer.ufrgs.br/Movimento/article/view/2497/1141

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.