O Dopping nos Esportes Olímpicos e os Jogos Rio 2016

Por: Juan José Fernández Romero, Randeantony C. Nascimento e Sarah Cristina Montes Canuto.

Ciclo de Debates em Estudos Olímpicos e Paraolímpicos. Diferentes Olhares Sobre os Jogos Rio 2016: a Mídia, os Profissionais e os Espectadores (volume I).

Send to Kindle


Resumo

Introdução

Uma das mais importantes contendas que o Esporte Olímpico (EO) enfrenta não se dá nas quadras, campos, pistas ou piscinas, não faz parte da formação específica do fazer técnico, da busca incessante pela melhor estratégia para os melhores atletas, das estatísticas para performance humana, do material aero e hidrodinâmico, vai muito além disso, ela ocorre nos laboratórios de concepção e manipulação de dopagens. O mundo do doping nunca dorme nem dá possibilidade de tréguas, químicos de todo mundo continuam trabalhando com novas substâncias com o intuito de produzirem efeitos positivos na performance dos atletas, e não serem detectados nos controles antidopagem. Advogados especializados em casos de doping estão preparados para encontrar as “brechas” nas legislações internacionais e nacionais que regem a matéria e os esportes, junto a isso se estende toda uma rede de tráfico que tentam diariamente sobre qualquer preço comercializar seus produtos. 

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2018 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.