O Efeito do Auto-estabelecimento de Metas na Aquisição de Uma Habilidade Motora

Por: Cynthia Walter, Go Tani, Priscila Garcia Marques e .

Motricidade - v.10 - n.4 - 2014

Send to Kindle


Resumo

O objetivo do estudo foi investigar o efeito das metas auto-estabelecidas na aprendizagem de uma habilidade motora. Participaram do estudo 60 alunos de graduação sem experiência na tarefa de subir a escada de Bachman. As fases do experimento foram: aquisição (10 × 10 blocos de tentativas) e transferência (10 tentativas). Inicialmente, os participantes foram divididos aleatoriamente em dois grupos (n= 30): metas auto-estabelecidas e espelho. Posteriormente, um terceiro grupo foi estratificado do grupo espelho envolvendo aqueles participantes que, mesmo com meta definida externamente, estabeleceram meta própria (n= 20). Na fase de aquisição foi aplicada o teste de Friedman para determinar as diferenças intragrupo. Para a fase de transferência, foi utilizado o teste Kruskal-Wallis para verificar diferenças intergrupos. Os resultados mostraram que para todos os grupos houve melhora de desempenho durante a fase de aquisição. No teste de transferência, os grupos de auto-estabelecimento de metas foram melhores do que o grupo de meta induzida (espelho). Concluiu-se que quando o aprendiz estabelece suas próprias metas, o processo de aprendizagem motora torna-se mais efetivo.

Endereço: http://revistas.rcaap.pt/motricidade/article/view/2981

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.