O Efeito do Esforço na Estabilidade Postural em Jovens Jogadores de Futebol

Por: André Manrique Venturinii, Ciro Veronese dos Santos, Diego da Costa Astur, Gabriel Peixoto Leão Almeidai, Gustavo Gonçalves Arlianii e Moisés Cohen.

Acta Ortopédica - v.21 - n.3 - 2013

Send to Kindle


Resumo

OBJETIVO: Analisar os efeitos do esforço físico de partida de futebol na capacidade funcional e estabilidade dos membros inferiores em jovens jogadores de futebol.

MÉTODOS: Foram analisados 10 atletas jogadores de futebol submetidos a avaliação da capacidade funcional dos membros inferiores através de um protocolo de Hop Test e avaliação do nível de estabilidade postural através do Biodex Stability System (Biodex, Inc., Shirley, Nova Iorque), antes e imediatamente após um tempo de jogo amistoso de futebol de campo com duração de 45 minutos.
RESULTADOS: Após a partida, ocorreu uma diminuição no índice de estabilidade global (F(1,23) = 7,29 P = .024) e índice anteroposterior (APSI) (F(1,23) = 5,53 P = .043). A fadiga no membro dominante foi a responsável pelo déficit significativo no OSI (F(1,23) = 3.16, P = .047) e APSI (F(1,23) = 3.49, P = .029), enquanto o membro não-dominante não gerou qualquer alteração na condição pré e pós- jogo.
CONCLUSÃO: Uma partida de futebol pode causar diminuição da estabilidade e capacidade funcional dos membros inferiores em jovens jogadores. Nível de evidência iii, pré-teste e pós-teste (caso-controle).

.

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-78522013000300005&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.