O Efeito do Exercício em Mini-trampolim de Solo Sobre Medidas de Resistência Muscular Localizada (rml), Capacidade Aeróbia (vo2) e Flexibilidade

Por: , Carlos Roberto Padovani, Flávio Ferrari Aragon, Juliana Paula Leite, Paula Tatiane Alonso e Tatiana Coletto dos Anjos.

Revista Brasileira de Ciência & Movimento - v.17 - n.4 - 2009

Send to Kindle


Resumo

O presente estudo teve como objetivo analisar os efeitos de um programa de dezesseis semanas em mini-trampolim de solo sobre algumas variáveis da aptidão física (resistência muscular localizada “RML” de membros inferiores e abdominal, flexibilidade e capacidade aeróbia) em mulheres sedentárias entre 20 e 35 anos de idade. Trata-se de ensaio de intervenção em 25 voluntárias, aplicado em três sessões semanais de quarenta e cinco minutos. Foram realizados os seguintes testes: 1) RML: por repetição máxima em 1 minuto, 2) Capacidade aeróbia (VO2): banco de Astrand, 3) flexibilidade: sentar e alcançar (banco de Wells). Para comparação dos dados antes e depois do treinamento, aplicou-se t de Student para amostras dependentes, utilizando-se pacote estatístico SPSS. Observou-se que o programa de mini-trampolim de solo proporcionou aumentos significativos da flexibilidade, resistência muscular abdominal e de membros inferiores, além de melhora significativa na freqüência cardíaca de recuperação pós-exercício e no consumo máximo de oxigênio. Estes resultados indicam que o mini-trampolim de solo é atividade capaz de incrementar capacidades físicas importantes para manutenção da saúde.

Endereço: http://portalrevistas.ucb.br/index.php/RBCM/article/view/838

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.