O Efeito da Suplementação Oral em Curto Prazo de Creatina na Composição Corporal em Homens Treinados

Por: Marcos Ferreira de Andrade.

III Congresso de Ciência do Desporto

Send to Kindle


O objetivo do presente estudo foi avaliar o efeito da suplementação nutricional com a creatina administrada em curto prazo sobre a composição corporal de homens jovens, com pelo menos um ano de experiência em treinamento resistido. Foram estudados vinte e três indivíduos do sexo masculino, com idade entre 25 a 31 anos. O estudo foi dividido em 4 etapas: inicialmente todos realizaram avaliação da composição corporal e logo após durante há primeira semana os participantes não fizeram uso de qualquer substância, e realizaram duas sessões de exercícios resistidos a 65 % de uma repetição máxima, com intervalo de 48 horas terminada esta etapa no sétimo dia de seguimento foi submetida à segunda avaliação. Na segunda semana fizeram uso do placebo; realizando-se ao final desta etapa a terceira avaliação e na terceira semana, fizeram uso da suplementação onde ao final foi realizada a quarta avaliação. Em todas as avaliações foram mantidas as mesmas rotinas de procedimentos da avaliação da primeira semana, foi realizada a ingestão de 40g de dextrose (placebo - P) e posteriormente, a suplementação oral de creatina na dose de 20g associada a 40 g de dextrose (creatina- CR). A variação da composição orporal foi avaliada por meio da análise de impedância bioelétrica. Para a avaliação dos diferentes protocolos de suplementação, foi utilizada a análise de variância (ANOVA) fatorial de medidas repetidas com correção por Bonferroni. Houve aumento de 0,43 Kg de massa corporal total (p<0,05). Os resultados do estudo sugerem um potencial efeito da suplementação em curto prazo de creatina sobre alteração da massa corporal total em homens treinados.

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.