O Efeito do Treinamento Físico Aeróbio Moderado de Quatro Meses (caminhada) no Stress em Mulheres Obesas

Por: Maria de Lourdes Areias Mendes Cassis.

44 páginas. 1994

Send to Kindle


Resumo

Alguns autores têm estudado o efeito do exercício físico no "stress". Porém pouco se sabe a respeito do efeito que o exercício físico aeróbio moderado de quatro meses (caminhada), pode surtir no "stress" em mulheres obesas. Os objetivos desta investigação foram: a) verificar se há alguma alteração do "stress" em mulheres obesas envolvidas num programa de exercícios físicos aeróbios moderados (16 semanas-caminhada-três sessões/semana); e b) estudar o efeito do treinamento físico no "stress" utilizando-se o ácido vanilmandélico (AVM) como indicativo bioquímico do "stress". Vinte e cinco mulheres voluntárias obesas com idade acima dos 20 anos: N= 15 (obesidade leve) - idade = 36 ± 8 anos, N= 8 (obesidade moderada) - idade =34 ± 6 anos, uma voluntária normal - idade = 44 anos e uma voluntária obesa severa - idade = 21 anos, submeteram-se à exames clínicos e antropométricos: avaliação médica para autorização de ingresso ao programa, peso corporal (P-kg) e estatura (E-m) para avaliação do índice de massa corporal (IMC-P/E2), que permite o critério de seleção da obesidade (leve/moderada), freqüência cardíaca no repouso (FCrep) para estimativa da freqüência cardíaca alvo (FCA) à 60% do esforço máximo e exame laboratorial de urina 24 horas para análise do AVM (mg/24h/mg de creatinina), antes e após exercício físico. A análise estatística dos dados foi feita através do student-test: o (P-kg) e o IMC (P/E2) diminuíram ao término do programa de exercícios físicos, porém não ocorreu uma diferença significativa com relação ao início do programa: P (kg) = 73,43 ± 19,31 (N antes = 23) e 70,37 ± 18,47 (N após =22), IMC (P/E2) = 28,28 ± 6,97 (N antes = 23) e 27,15 ± 6,67 (N após = 22). A FCrep e FCA diminuíram significativamente após o treinamento físico: FCrep (bpm) = 76 ± 19 antes e 68 ± 17 após (N = 23), FCA (bpm) = 142 ± 6 antes e 139 ± 6 após (N = 23), com relação ao início do programa. O AVM diminuiu significativamente ao término do programa de exercícios: AVM (mg/24h/mg de creatinina) = 5,27 ± 2,67 (N antes = 22) e 4,01 ± 3,46 (N após = 21), com relação ao início do programa. Em conclusão: a) o AVM diminuiu significativamente após o treinamento físico; b) o exercício físico aeróbio moderado (caminhada) diminui o "stress" em mulheres obesas.

Endereço: http://www.nuteses.temp.ufu.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=2&id=1703&listaDetalhes%5B%5D=1703&processar=Processar

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.