O Ensino Colaborativo Como Proposta Pedagógica Para o Desenvolvimento de Projetos de Aprendizagem: a Promoção da Saúde Como Eixo Articulador

Por: Marilia de Rosso Krug.

2016 18/03/2016

Send to Kindle


Resumo

A metodologia de projetos tem sido nos últimos anos o ideal de muitos professores que pretendem melhorar o processo educativo, tentando introduzir mudanças, envolvendo conhecimentos e reflexões sobre a prática pedagógica, no entanto, apesar desse ideal, os professores demonstram dificuldades para a sua implementação. Dessa forma buscou-se com este estudo analisar a percepção de professores, alunos e alunos de graduação sobre as perspectivas do ensino colaborativo no desenvolvimento de projetos de aprendizagem tendo a promoção da sáude como eixo articulador. A modalidade de pesquisa que orientou esse trabalho foi à pesquisa-ação colaborativa, tendo como participantes do estudo professores e alunos do ensino fundamental e médio de uma escola estadual do município de Cruz Alta - RS e acadêmicos do curso de Educação Física - Licenciatura da Universidade de Cruz Alta UNICRUZ. O estudo foi realizado em três momentos distintos: identificação da realidade; planejamento, desenvolvimento e avaliação de um projeto de aprendizagem no contexto do ensino fundamental e um no contexto do ensino médio. Para a obtenção das informações quanto à efetividade da metodologia utilizada, foi utilizado diversos instrumentos, tais como: questionários, entrevistas, observação participante e diário de campo, sendo os mesmos interpretados pela análise de conteúdo. Após analisar os resultados, foi possível perceber que a metodologia de projetos de aprendizagem pode se constituir como uma importante estratégia para: o aprender a trabalhar de forma interdisciplinar, na percepção dos professores; o crescimento profissional, a motivação e a preparação para o futuro, na percepção dos universitários; e, o melhor entendimento do assunto, a motivação para o aprender, uma maior valorização da escola e a importância do trabalho em equipe para os alunos do ensino médio. Observou-se, também, que intervenções colaborativas, que ocorram dentro da sala de aula, se constituem como importante estratégia para os professores reestruturarem suas práticas vigentes e vencerem a dificuldade tempo para sua formação. Dessa forma, concluímos que a perspectiva adotada de integração dos conteúdos específicos (promoção da saúde) com os conteúdos pedagógicos (trabalho colaborativo e metodologia de projetos) e a realidade da sala de aula foi uma opção adequada de trabalho.

Endereço: http://repositorio.ufsm.br/handle/1/3553

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.