O Ensino da História do Esporte nas Propostas Curriculares Estaduais

Por: .

XXIX Simpósio Nacional de História

Send to Kindle


Resumo

Viñao (2008), apoiado em Goodson (2003), afirma que o currículo é um espaço de disputa constante entre diferentes grupos e tradições, composto por prescrições governamentais, livros, produções dos docentes, em constante interação com as práticas cotidianas concebidas no contexto escolar. Dentro das disciplinas escolares a educação física tem sido historicamente caracterizada pelo ensino de conhecimentos procedimentais, vinculada ao saber fazer das práticas corporais sistematizadas. Entretanto, desde a década de 1990, saberes conceituais das ciências humanas, especialmente da história e da sociologia, tem sido prescritos para comporem os planos de ensino da educação básica, acompanhando uma mudança no conceito da área. Rompe-se com a perspectiva pautada pela prática da atividade física, abrindo espaço para outra que defende que a educação física possui conhecimentos que devem ser apropriadas pelos estudantes na sua escolarização formal, sob a forma de conceitos, procedimentos e atitudes presentes nos esportes, danças, lutas, ginásticas, jogos, circo, capoeira etc. Tal mudança conceitual vem acompanhada por uma adequação na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional que passa a considerar, em seu artigo 23, a educação física um componente curricular obrigatório na educação básica. 

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.