O Ensino do Karatê na Escola: Um Estudo do Interesse e Prática no Contexto Escolar

Por: .

58 Reunião Anual da SBPC

Send to Kindle


INTRODUÇÃO:

A prática das lutas faz parte da vida do homem desde tempo remoto, entre outros, na perspectiva da sobrevivência humana em luta por comida, abrigo ou defesa, ou mesmo como uma prática corporal para o bem estar orgânico. Institucionalizada enquanto modalidade esportiva, constitui-se num fenômeno cultural de marcante universalidade, que, devido aos benefícios que advém de sua prática, tem um número gradativamente mais elevado de praticantes. No contexto contemporâneo, enquanto uma produção humana, as lutas possuem um corpo de conhecimento e uma prática corporal que faz parte do saber escolar e não escolar, assim as lutas constituem-se em conteúdo a ser ensinado pela área de Educação Física em nível de escola e em outros ambientes da educação não formal. Tradicionalmente presente no meio escolar da Educação Física, o conteúdo esportivo apresenta uma diversidade de manifestações, quer seja quanto a sua forma de organização pedagógica para a aprendizagem (iniciação ou estimulação esportiva, aprendizagem, aperfeiçoamento e treinamento), quer seja na distribuição do seu ensino nos diferentes níveis escolares, quer na definição de qual saber esportivo deve adentrar a escola. Nesta perspectiva realizou-se este estudo com o objetivo de investigar o interesse e prática da modalidade karatê no ambiente escolar por alunos(as) do ensino fundamental.

METODOLOGIA:

Para tanto foi realizada pesquisa de natureza descritiva no contexto escolar, tendo como população os(as) alunos(as) matriculados(as) (268) na 5ª a 8ª séries (3º e 4º ciclos) do ensino fundamental de um estabelecimento de ensino do município de Campo Grande-MS, utilizando-se como instrumento de investigação o questionário com questões abertas e fechadas. O questionário enquanto instrumento de investigação foi utilizado como meio direto de obter-se informações junto a população e contexto estudado.

RESULTADOS:

Interpretando as informações constatou-se que o conhecimento demonstrado pelos pesquisados indica que o karatê faz parte do contexto social de vida dos mesmos, quer tenha sido apreendido através outras pessoas, meios de comunicação televisiva (programas esportivos, filmes) ou contato direto. Foi relevada pelos pesquisados a importância de aprender algum tipo de luta corporal no contexto da Educação Física na escola. Observando o interesse dos(as) alunos(as) pelas lutas como um conteúdo da Educação Física escolar no ensino fundamental, foi detectada a grande preferência por parte dos mesmos em relação ao karatê. Analisando os dados constatou-se que um número significativo de alunos(as) demonstrou seu interesse em praticar o karatê nas aulas de Educação Física, o que significa que este esporte mantinha a atração dos(as) alunos(as) da escola investigada o que pode levar a existências de novos potenciais praticantes. O interesse dos alunos pelo karatê existe e este conteúdo pode ser ensinado e praticado na escola sob os diferentes níveis de aprofundamento (da estimulação ao treinamento).

CONCLUSÕES:

Constatou-se que a especificidade do karatê demanda uma formação profissional na Educação Física que considere sua particularidade.

Consideramos que as informações obtidas neste estudo apresentam importantes elementos a serem observados quando da discussão e seleção dos conteúdos esportivos da Educação Física no que diz respeito as lutas de modo geral e ao karatê de modo particular. Pode-se concluir que existe um interesse evidente por parte dos alunos pela aprendizagem esportiva das lutas, em especial pelo karatê, apontando a relevância que este conteúdo tem para a população investigada.

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.