Send to Kindle


Resumo

O presente ensaio problematiza as funções historicamente assumidas pelo esporte, sobretudo na sociedade capitalista contemporânea. Ademais, expõe elementos teórico-conceituais introdutórios acerca da concepção da prática esportiva como um dos elementos intermediadores de atendimento às necessidades humano-sociais e aos direitos de cidadania. Após percorrer a gênese e desenvolvimento do esporte, enfatizando o atual processo de mercantilização, conclui-se que o acesso ao esporte deve ser materializado pela oferta de políticas públicas universais, cuja função precípua seja a garantia dos direitos de cidadania, assegurando o atendimento das necessidades sociais e não a rentabilidade financeira e acumulação de capital.

Endereço: http://revistas.ufg.br/fef/article/view/34049

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.