O Esporte de Competição Para Pessoas Portadoras de Deficiência Física no Estado de Santa Catarina. Ana M. Fonseca Teixeira

Por: Ana M. Fonseca Teixeira e Sônia Maria Ribeiro.

VII Congresso de Educação Física e Ciências do Desporto dos Países de Língua Portuguesa

Send to Kindle


Resumo

O presente estudo teve por objetivo diagnosticar a origem e o desenvolvimento do esporte de competição para pessoas portadoras de deficiência física no estado de Santa Catarina. Aamostra formada por três associações municipais que desenvolvem trabalhos com pessoas portadoras de deficiência física - Associação de Deficientes Físicos de Joinville, ADEJ - Associação Floriopolitana dos Deficientes Físicos de Florianópolis, AFLODEF e Associação dos Jovens Unidos Deficientes de Criciúma , JUDECRI - justifica-se pelo fato dessas associações serem filiadas à ABRADECAR (Associação Brasileira de Desporto em Cadeira de Rodas) e estarem a mais tempo envolvidas com o esporte de competição adaptado no estado. Apesquisa caracteriza-se como bibliográfica descritiva, constituída pela análise documental e entrevistas com questões abertas centradas na temática proposta, junto a um representante de cada entidade. A análise dos dados demonstraram que após passar por um período onde a falta de estrutura, a falta de profissionais habilitados e a falta de intercâmbio com entidades nacionais e até mesmo com a federação que representa o esporte adaptado em Santa Catarina FECEDEF, prejudicaram o desenvolvimento do esporte de competição para pessoas portadoras de deficiência física. Tal situação, no entanto, tem se modificado a partir dos anos 90, como conseqüência do fortalecimento do esporte de competição adaptado junto as associações. Conquistando, deste modo, respaldo junto aos municípios e ao estado, e atraindo um número maior de participantes.

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.