O Esporte-participação Como Política Pública: Um Estudo de Caso em Itajaí (SC)

Por: .

2007 00/00/0000

Send to Kindle


Resumo

O esporte é um fenômeno social em expansão no mundo contemporâneo. Após reestruturação conceitual, tomou dimensões que buscam atender não somente a performance, mas a educação e a participação de todos como preconiza a Constituição Federal de 1988, no artigo 217, afirmando-o como direito de todo cidadão e como tal deve ser pensado como prioridade e disseminado. Esta dissertação tem como o propósito fundamentar e justificar a importância do esporte-participação para o avanço do processo democrático e desenvolvimento da sociedade, bem como diagnosticar as políticas públicas voltadas ao esporte, sobretudo o esporte-participação, no município de Itajaí (SC). Face à relevância do tema abordado utilizou-se, em primeiro lugar, a pesquisa bibliográfica, visando o aprofundamento da fundamentação teórica. Em segundo lugar, foi realizada pesquisa documental em fontes primárias e secundárias e por fim, foi realizada pesquisa de campo, sendo o ambiente social a fonte para coleta de dados empíricos por meio de observação direta, fotografias e entrevistas, em quatro bairros com características diferentes. Tais características dizem respeito ao número de habitantes, nível sócio-econômico e disponibilidade de espaços públicos para a prática de esporte, sendo eles: Cordeiros, São Vicente, Fazenda e Cabeçudas. O estudo buscou proceder a um levantamento das demandas sócio-espaciais esportivas dos diversos atores locais, distribuídos em três categorias de análise: os cidadãos/usuários do esporte; os gestores das associações locais e os gestores públicos envolvidos com o esporte. Como diretriz metodológica procurou-se categorizar os usuários efetivos, bem como os usuários potenciais utilizando-se o termo cidadãos/usuários no sentido de considerá-los não somente como meros consumidores, mas, sobretudo quanto à sua dimensão de cidadania que envolve o conceito de justiça, representação, participação e igualdade de oportunidades. Para a análise e interpretação dos dados, utilizaram-se como fundamentação teórica os pressupostos de autores dedicados à temática do esporte na cidade. Especificamente sobre o objeto de estudo, procurou-se suporte teórico-conceitual no referencial do professor Manoel José Gomes Tubino, cuja concepção acerca do esporte nas três dimensões sociais, considera o esporte-participação como princípio do prazer lúdico e bem-estar social dos seus praticantes. As considerações sobre a análise dos resultados empíricos indicaram que o ponto nevrálgico da política pública do esporteparticipação se constitui na falta de espaços com equipamentos esportivos na cidade de Itajaí, especialmente nos bairros mais populosos. Aliado a isto, a insuficiência de profissionais capacitados para gerir o esporte local e por fim, constatou-se que a participação da comunidade nas decisões políticas é insuficiente para gerar a cidadania esperada.

Endereço: http://www.dominiopublico.gov.br/pesquisa/DetalheObraForm.do?select_action=&co_obra=89718

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.