O Estágio Curricular na Formação Inicial de Professores de Educação Física no Estado de Mato Grosso

Por: .

217 páginas. 2015 25/03/2015

Send to Kindle


Resumo

RESUMO Esta pesquisa tem como objetivo geral conhecer a percepção docente e discente sobre a contribuição do Estágio Curricular de cursos de licenciatura em Educação Física no estado de Mato Grosso para a formação do futuro professor, bem como são estruturadas e organizadas as disciplinas de Estágio Curricular dos referidos cursos. Para tanto, elaboramos um referencial teórico que abordou alguns elementos históricos, determinantes legais, princípios e concepções de formação de professores. No que tange à formação no campo da Educação Física, discorremos sobre o percurso histórico, concepções e a relação dos saberes docentes e a formação de professores. Por fim, abordamos o Estágio Curricular, apresentando elementos necessários ao processo formativo. A pesquisa se caracteriza como descritiva com abordagem qualitativa, tendo em vista que o tratamento dos dados se deu a partir das análises interpretativas e não se objetivou a quantificação dos mesmos. O universo da pesquisa foi composto por 10 instituições que possuem cursos de Licenciatura em Educação Física no estado de Mato Grosso, participando como sujeitos, vinte e quatro (24) professores que lecionam as disciplinas de Estágio Curricular e cento e cinquenta e quatro (154) acadêmicos. Como instrumento de pesquisa realizamos uma análise documental dos programas das disciplinas de Estágio Curricular fornecidos pelas instituições, a partir das ementas, objetivos, conteúdos, metodologias e avaliação; entrevistas semiestruturadas realizadas com professores que ministram disciplinas de Estágio Curricular e questionário contendo quatorze (14) questões, sendo três (3) questões fechadas, quatro (4) questões fechadas com possibilidade de justificativa e sete (7) questões abertas, todas direcionadas aos acadêmicos matriculados na última disciplina de Estágio, ou tendo cursado 50% das disciplinas de Estágio. Sobre os programas das disciplinas, todos os cursos cumprem com a carga horária mínima de 400 horas, exigida legalmente, sendo que três (3) instituições ultrapassam a carga horária exigida, a carga horária maior é 480 horas. Além dos níveis de ensino, Educação infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio, alguns cursos estendem o Estágio para Educação de Jovens e Adultos, Educação Especial e Programas Escolares. A partir das entrevistas identificamos que a maioria dos professores apresenta satisfação em ministrar as disciplinas de Estágio. Sobre a aprendizagem da docência, poucos reconhecem como algo que é construído e contínuo, há grupos que valorizam a vivência e o contato direto com o fazer, outros com os conhecimentos advindos de cursos, leituras e livros e os que reconhecem que a relação com os pares é uma forma também de aprendizado do trabalho docente. A maioria dos acadêmicos considera as disciplinas de Estágio importantes, visto a aproximação da realidade escolar, como também sinalizam a pretensão de atuarem na docência na Educação Básica. O estudo observou avanços no processo de estruturação e organização do Estágio na formação de professores. A realização de seminários que contam com a participação dos professores das escolas e apresentação das produções dos acadêmicos, socializando o conhecimento construído por todos a partir do Estágio. Por fim, pressupomos que ao conhecer as diversas formas e configurações do Estágio nos cursos de Licenciatura em Educação Física, possamos contribuir, destacando seus limites, suas possibilidades e o que se tem construído nesse espaço formativo. 

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.