O Estudo dos Esportes e Atividades de Aventura na Formação de Professores/profissionais de Educação Física

Por: B. A. T. Silva, S. A. P. D. S. Silva e V. A. Nogueira.

IX Congresso Internacional de Educação Física e Motricidade Humana XV Simpósio Paulista de Educação Física

Send to Kindle


Resumo

A formação de profissionais de Educação Física, entre outras coisas, se preocupa em trabalhar temas que facilitem o ingresso do professor/profissional no mercado de trabalho e o desenvolvimento de sua competência para dominar novos códigos e linguagens, facilitando sua comunicação com interesses emergentes na sociedade, em especial os interesses das novas gerações. Nesse contexto, o estudo dos esportes e atividades de aventura passou a constituir uma disciplina inserida em vários programas de cursos de formação inicial em Educação Física. Esta pesquisa tem como objetivo diagnosticar a presença da disciplina de Esportes e Atividades de Aventura em cursos de Educação Física oferecidos na cidade de São Paulo. Trata-se de um estudo qualitativo, com característica documental, que analisou as grades curriculares de cursos da cidade de São Paulo regularmente cadastrados no Ministério da Educação e que disponibilizaram informação em seus sites, verificando quantas ofereciam a disciplina pesquisada ou mencionam o estudo do tema em seu projeto político pedagógico. Foram identificadas 32 IES pesquisadas, 22 oferecem cursos de Bacharelado e 30 oferecem cursos de Licenciatura. Desses, 25 disponibilizaram suas grades nos sites, cuja análise nos permitiu identificar que apenas 15 incluem a disciplina de esportes e atividades aventura para critério de inclusão na pesquisa foram analisadas as grades disponíveis no site das IES. Verificamos que o estudo dos esportes e atividades de aventura, independentemente da denominação atribuída à disciplina, começa a se fazer presente nos cursos de Educação Física, com maior frequência nas licenciaturas, talvez por uma necessidade desses conteúdos serem inseridos e discutidos na escola. Para uma melhor interpretação da realidade desse componente na formação de professores/ profissionais torna-se necessário ir além da análise das grades curriculares e verificar os planos de ensino e o desenvolvimento de cada disciplina para conseguirmos caracterizar o estado da arte, da temática nos cursos de formação profissional.

Endereço: http://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/motriz/article/view/10060/10060

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.